Bíblia do Caminho Estudos Espíritas


 Antigo TestamentoMateusMarcosLucasJoãoAtosRomanos1 e 2 CoríntiosGálatasEfésiosFilipensesColossenses1 e 2 Tessalonicenses1 e 2 TimóteoTito e FilemomHebreusTiago e Judas1 e 2 Pedro1 a 3 JoãoApocalipseEstudos EspíritasO LIVRO DOS ESPÍRITOSO Livro dos MédiunsO EvangelhoO Céu e o InfernoA Gênese

O Livro dos Espíritos.

Lde  Prolegômenos.

    Com Jesus e por Jesus.

LIVRO I. — AS CAUSAS PRIMÁRIAS.

Lde Q 1-3. Deus e o infinito.

    Ante o infinito.

    Deus nosso Pai.

    O primeiro capítulo.

Lde Q 4-9. Provas da existência de Deus. = Ge.

(4-9) Ele atenderá.

(4) Em todos os caminhos.

    Meditemos.

    Prescrições sempre novas.

Lde Q 55-58. Pluralidade dos mundos.

    Pluralidade dos mundos habitados.

LIVRO II. — MUNDO ESPÍRITA OU DOS ESPÍRITOS.

Lde Q 60-67. Seres orgânicos e inorgânicos.

(60-67) Nos Círculos da matéria.

(60) Energia sexual.

Lde Q 68-70. A vida e a morte.

(68-70) Além da morte.

Lde Q 93-95. Perispírito.

(93-95) No aprimoramento.

    O perispírito.

Lde Q 114-127. Progressão dos Espíritos.

(114) Contigo.

(117) Em tudo.

    Hoje e nós.

(118) Na rota evolutiva.

Lde Q 128-131. Anjos e demônios. = Ci; Ci.

(131) Demônios e exorcismo.

Lde Q 132, 133. Objetivo da encarnação.

    No Plano carnal.

Lde Q 147, 148. Materialismo.

(147) Doentes da alma.

(148) Hora de descrença.

    Materialismo.

Lde Q 149-153. A alma após a morte.

   Eles vivem.

Lde Q 154-162. Separação da alma e do corpo.

(155) Manifestações de familiares.

    Na grande transição.

    Recado de amigo.

(156) Saudade e esperança.

(159) Na grande barreira.

Lde Q 163-165. Perturbação espiritual.

(163-165) Espírito desencarnado.

(164) A morte resolve?

    Cremação.

Lde Q 166-171. Da reencarnação. Justiça da reencarnação = Ev; Ge; Ge.

(166-170) Ano novo.

    Reencarnações.

(166) Amanhã.

    Notas da reencarnação.

    Sexo e religião.

(167) Amparo espiritual.

    Nascimentos estranhos.

    Semeadores de esperança.

    União infeliz.

(168) Através da reencarnação.

    Mediunidade e psicoterapia.

(169) Diante da consciência.

    Nosso material de lição.

    Renascimento.

(171) Doutrina-escola. [Idem]

Lde Q 172-188. Encarnação nos diferentes mundos.

(172-188) O grande educandário.

(182) Ante o Além.

Lde Q 189-196. Transmigração progressiva.

(196) Reencarnação e progresso.

Lde Q 200-202. Sexos nos Espíritos.

(200) Diálogo e sexo.

(201) Em torno do sexo.

    Os direitos da mulher.

    Sexo e amor.

(202) Conflito psicológico.

    Conflitos psicológicos.

    Homossexualidade.

Lde Q 203-206. Parentesco, filiação.

(205) Desvinculações.

    Filhos casados.

    Problemas da família.

Lde Q 207-217. Parecenças físicas e morais.

(208) Alterações afetivas.

    Espíritas em família não espírita.

    Pontos perigosos para os pais.

    Reencarnação e educação.

(209, 210) Conflitos domésticos.

Lde Q 218-221. Ideias inatas.

(218) Jovens.

(220) Memória além-túmulo.

(221) Familiares divergentes.

Lde Q 223-233. Espíritos errantes.

(226-230) Na trilha de Allan Kardec.

Lde Q 258-273. Escolha das provas.

(258-273) Escolha de provas.

(258) Examinadores.

(259) Assunto de aceitação.

    Doenças escolhidas.

(260) Cadinho.

(264) Aversões renascentes.

    Herança.

    Jovens difíceis.

(266) Em plena prova.

Lde Q 274-290. Relações de Além-túmulo.

(290) Professores diferentes.

Lde Q 291-303. Relações de simpatia e de antipatia entre os Espíritos.

(291) Namoro.

(296) Consulta sobre o amor.

Lde Q 320-329. Comemorações dos mortos. Funerais.

(323) Oração pelos quase mortos.

Lde Q 344-360. União da alma e do corpo. Aborto.

(344) Reencarnações estranhas.

(358) Aborto.

    Aborto delituoso.

Lde Q 371-378. Idiotismo, loucura.

(371) A filhinha excepcional.

    Um quadro de lágrimas.

(373) Alienação mental.

Lde Q 379-385. Da infância.

(383) Essas outras crianças.

(385) Vocação dos filhos.

Lde Q 392-399. Esquecimento do passado.

(392) Esquecimento e reencarnação.

Lde Q 425-438. Sonambulismo.

(425) Sonâmbulos.

(427) Fenômeno magnético.

Lde Q 459-472. Influência oculta dos Espíritos em nosso pensamentos e atos.

(459) Anseio de comunicação.

(466) Na hora da crise.

    Pedido da Terra.

(469) O teste.

(470) Responsabilidade e destino.

Lde Q 473-480. Possessos.

(479) Emergência.

    Imagens.

Lde Q 489-521. Anjos guardiães. Espíritos protetores, familiares e simpáticos.

(491) Benfeitores e bênçãos.

    Proteção da vida superior.

    Resguarde-se.

(501) Mensageiros divinos.

Lde Q 522-524. Pressentimentos.

(524) Ambiente espiritual.

    Influenciações espirituais sutis.

Lde Q 525-535. Influência dos Espíritos nos acontecimentos da vida.

(525) Anotações de amigo.

    Doutrina-escola. [Idem]

    Fenômeno mediúnico.

    Intercâmbio.

    Mensagens particulares.

(531) Em torno da obsessão.

    Na cura da obsessão.

Lde Q 558-584. Ocupações e missões dos Espíritos.

(559) Nosso concurso.

    Troca incessante.

(569) Ao sol do amor.

Lde Q 592-610. Os animais e o Homem.

(592) O homem inteligente.

LIVRO III. — LEIS MORAIS.

Lde Q 614-618. Caracteres da lei natural.

(617) Reencarnação.

Lde Q 619-628. Origem e conhecimento da lei natural.

(624) Ante falsos profetas.

(625) Como consideramos Jesus.

    Em torno do Mestre.

    Na conduta do Cristo.

    O Guia real.

(626) Jesus e atualidade.

(627) Versão prática.

(628) Segundo o Espiritismo.

Lde Q 629-646. O bem e o mal = Ge; Ev.

(630) O outro.

(632) Coragem.

    O poder da migalha.

    Pureza.

(642) Consciência espírita.

    Exercício do Bem. [Idem]

    Golpes duplos.

    Perseverarás.

    Pureza em branco.

    Use seus direitos.

(643) Encontro na prece.

(646) No grande minuto.

Lde Q649-652. Objetivo da adoração.

    O serviço religioso.

Lde Q 658-666 Da prece.

    Consulte também os itens: Ev 27.1-4, Ev 27.5-8, Ev 27.9-15.

(659) No ato de pedir.

(660) Obterás.

    O que mais rogar?

    Poesia-prece.

    Um ponto de luta.

(663) Oração e provação.

Lde Q 669-673. Sacrifícios.

(673) Servir a Deus.

Lde Q 674-681. Necessidade do trabalho.

(674-681) Evangelho e trabalho.

    Obstáculos.

(674) Endereço de urgência.

(676) Trabalha servindo.

(680) Mocidade e velhice.

Lde Q 682-685. Limite do trabalho. Repouso.

(683) Tempo e serviço.

    Doutrina-escola. [Idem]

(685) Crises sem dor.

    Mortos voluntários.

Lde Q 695-699. Casamento e celibato.

(695) Casamento.

(696) A estranha pergunta.

(698,699) Abstinência e celibato.

Lde Q 700, 701. Poligamia.

(701) Amor livre.

Lde Q 702, 703. Instinto de conservação.

(702) Tua prosperidade.

(702) Uso e abuso.

Lde Q 711-714. Gozo dos bens terrenos.

(712) Tentação e remédio.

Lde Q 715-717. Necessário e supérfluo.

(715) Sobras.

(716) Mais.

    Muito e pouco.

(717) Depois.

    O espírita na equipe.

Lde Q 718-727. Privações voluntárias. Mortificações.

(721) Cada hora.

Lde Q 728-736. Destruição necessária e destruição abusiva.

(733) Que será de nós?

Lde Q 737-741. Flagelos destruidores.

(737) Casa em reforma.

(738) Diante da atualidade.

    Elevação.

(740) O ponto central.

    Problemas e conflitos.

Lde Q 742-745. Guerras.

(743) O caminho da paz.

(745) Guerras e aflições.

Lde Q 752-756. Crueldade.

(752) Abençoa.

Lde Q 760-765. Pena de morte.

(760-765) Sentenciados.

(760) Pena de morte.

Lde Q 766-768. Necessidade da vida social.

(768) Diante dos obstáculos.

Lde Q 769-772. Vida de insulamento. Voto de silêncio.

(770) Até o fim.

    Contradição.

    Solidariedade.

Lde Q 773-775. Laços de família.

Familiares e amigos.

Lde Q 779-785. Marcha do progresso.

(779) Deus e caridade.

    Na seara doméstica.

    Por nossa vez.

    Refugiados.

    Respeite tudo.

(780) Nos limites do tempo.

    O Espiritismo em sua vida.

    Socorro oportuno.

(781) Perseguidos.

Q 786-789. Povos degenerados.

(789) Convite à serenidade.

Q 790-793. Civilização.

(793) Civilização e reino de Deus. [Idem] [Idem

    Os acidentes são inevitáveis?

Lde Q 794-797. Progresso da legislação humana.

(794) Doutrina-escola. [Idem]

Lde Q 798-802. Influência do Espiritismo no progresso.

(798-802) Na extensão do serviço.

(798) Algumas atitudes que o orador espírita deve evitar.

    Estranho delito.

    Médiuns iniciantes.

    Na difusão do Espiritismo.

    Palavra aos espíritas.

(799) A influência do Espiritismo.

    Ao clarão da verdade. [Idem]

    Instrução espírita.

    Materialistas.

    Mediunidade e dever.

    Nossos irmãos ateus.

    Renovação em toda parte.

(800) Mensagem de companheiro.

    Provas irreveladas.

(801) Espíritas meditemos.

    Mimetismo e identificação.

(802) Orientação espírita.

Lde Q 803. Igualdade natural.

(803) Ante a família maior.

    O Espiritismo e os cônjuges.

    Doutrina-escola. [Idem]

Lde Q 806,807. Desigualdades sociais.

(807) Na Terra e no Além.

Lde Q 814-816. As provas de riqueza e de miséria.

(816) Ao redor do dinheiro.

Lde Q 817-822. Igualdade dos direitos do homem e da mulher .

(817) A mulher ante o Cristo.

(822) Corrigir.

Lde Q 823, 824. Igualdade perante o túmulo.

(823) Oração no dia dos mortos.

Lde Q 825-828. Liberdade natural .

(825) Liberdade.

(826) Em torno da irritação.

    Liberte a você.

Lde Q 835-842. Liberdade de consciência.

(838) Doutrina Espírita.

Lde Q 843-850. Livre-arbítrio.

(843) O espírita deve ser.

    O mais importante.

    Se desejas.

(845) O rumo certo.

Lde Q 851-867. Fatalidade.

(851) Determinismo e liberdade.

    Fatalidade.

Lde Q 872. Resumo teórico do móvel das ações do homem.

(872) Memorandos.

    No exame do perdão.

Lde Q 873-879. Justiça e direitos naturais.

(875) Em torno da Regra Áurea.

    Esnobismo.

(876) Como agir nesses casos?

    Justiça e amor.

    Nas crises da direção.

    Sentenças da vida.

(879) Nas sendas do mundo.

(879) Vizinhos.

Lde Q 880-885. Direito de propriedade. Roubo.

(883) Doutrina-escola. [Idem]

Lde Q 886-889. Caridade e amor do próximo.

(886) Campanha na campanha.

    Doutrina-escola. [Idem]

    Em termos lógicos.

    Estar com tudo.

    Lugar para ela.

(887) Perdão e nós.

    Resignação e resistência.

    Se tiveres amor.

(888) Dizes-te.

Lde Q 890-892. Amor materno e filial.

(890) Palavras às mães.

    Sobre o feminismo.

Lde Q 893-906. As virtudes e os vícios.

(893) Diante das tentações.

    Desportos.

    Doações espirituais.

(897) O obreiro do Senhor.

(903) Censura.

(904) Dominar e falar.

    Missão da imprensa.

Lde Q 907-912. Das paixões.

(908) Examina a própria aflição.

(912) Abnegação.

    Modos de usar.

    Não retardes o bem.

Lde Q 913-917. Do egoísmo.

(913) Carrasco.

Lde Q 918. Caracteres do homem de bem. = Ev.

(918) Ante o próximo mais próximo.

    Comportamento verbal.

    Consciência e conveniência.

    O homem bom.

    Tua mensagem.

Lde Q 919. Conhecimento de si mesmo.

(919) Examinemos a nós mesmos.

LIVRO IV. — ESPERANÇAS E CONSOLAÇÕES.

Lde Q 920-933. Felicidade e infelicidade relativas.

(920) Beneficência esquecida.

(921) Felicidade na Terra.

    Felizes e infelizes.

    Mensagem de paz.

    Regras de felicidade.

(922) Companheiros francos.

    Felicidade.

    Felicidade e dever.

    Salvo-condutos.

(927) Lutas e provas.

(930) Nós mesmos.

    Doutrina-escola. [Idem]

(931) Simpatia.

Lde Q 934-936. Perda de entes queridos.

(936) Ante os que partiram.

Lde Q 937, 938. Decepções. Ingratidão. Afeições destruídas.

(937) Jesus e humildade.

(938) Amigos.

    Amigos modificados.

    Na hora da crítica.

    Provações de surpresa.

    Três conclusões. [Idem]

    Veneno.

    Vida afetiva.

Lde Q 939, 940. Uniões antipáticas.

(939) Tédio no lar.

Lde Q 943-957. Desgosto da vida. Suicídio.

(943) Acidentados da alma.

    Aspectos da dor.

    Cansados e tristes.

    Trovas em resposta.

(944) Sofrimento e eutanásia.

(945) Doenças-fantasmas.

    Na hora da fadiga.

(950) Abuso de drogas.

    Autodestruição.

(957) Suicídio.

Lde Q 958, 959. Nada. Vida futura.

(958, 959) Filosofia da dúvida.

    Na luta contra a Morte.

Lde Q 990-1002. Expiação e arrependimento.

(992) Brevidade da vida.

Lde Q 1003-1009. Duração das penas futuras.

(1004) Guarde certeza.

    O bem antes.

Lde Q 1012-1019. Paraíso, inferno e purgatório.

(1017) Louvor do Natal.

(1018) Desce elevando.

Lde  Conclusão.

    Com Jesus e por Jesus.

.

Abrir