Bíblia do Caminho Estudos Espíritas


Antigo TestamentoMateusMarcosLucasJoão ATOSRomanos1 e 2 CoríntiosGálatasEfésiosFilipensesColossenses1 e 2 Tessalonicenses1 e 2 TimóteoTito e FilemomHebreusTiago e Judas1 e 2 Pedro1 a 3 JoãoApocalipseEstudos EspíritasO Livro dos EspíritosO Livro dos MédiunsO EvangelhoO Céu e o InfernoA Gênese

Atos dos Apóstolos.


(At 1) (At 2) (At 3) (At 4) (At 5) (At 6) (At 7) (At 8) (At 9) (At 10) (At 11) (At 12) (At 13) (At 14) (At 15) (At 16) (At 17) (At 18) (At 19) (At 20) (At 21) (At 22) (At 23) (At 24) (At 25) (At 26) (At 27) (At 28)

(Vide também “Comentários aos Atos dos Apóstolos.”)


At 1. Capítulo primeiro.

(1.8) Como testemunhar.

At 2. Capítulo 2.

(2.1-13) Conhecimento superior.

    Mãe.

    Mediunidade.

    Mediunidade e Jesus.

(2.4, 6) Ante o Divino Mestre.

(2.13) Perante a multidão.

(2.17) A árvore útil.

    Mediunidade. I

    Mediunidade. II [Idem]

    Para os médiuns.

    Vossos filhos e vossas filhas profetizarão.

(2.21) Serviço de salvação.

(2.42) Em que perseveras?

(2.44) Doutrina-escola. [Idem]

(2.47) No estudo da salvação.

At 3. Capítulo 3.

(3.4) Mediunidade.

(3.6) Há muita diferença.

(3.19) Estações necessárias.

At 4. Capítulo 4.

(4.31) A prece recompõe.

    No culto à prece.

(4.33) Na revelação da vida.

At 5. Capítulo 5.

(5.15) Que despertas?

(5.16) Tratamento de obsessões.

(5.38) Se for verdade por si se elevará.

At 6. Capítulo 6.

(6.1-7) Os sete auxiliares dos Apóstolos.

(6.8-11) Prisão de Estêvão.

(6.12-15; 7.1) Falsas acusações e julgamento de Estêvão.

At 7. Capítulo 7.

(7.3) Parentela.

(7.2-54) O discurso de Estêvão.

(7.55) Fenômeno mediúnico.

(7.55-60; 8.1, 2) A morte de Estêvão.

At 8. Capítulo 8.

(8.3) Saulo persegue os seguidores de Jesus em Jerusalém.

(8.5-7) Obsessão e Evangelho.

(8.7) Mediunidade.

(8.31) Cooperação.

At 9. Capítulo 9.

(9.1, 2) Saulo pede cartas para prender os seguidores de Jesus em Damasco.

(9.3) Carta estimulante.

    Fenômeno mediúnico.

    Jesus e livre-arbítrio.

(9.3-8) A conversão de Paulo.

(9.8) Saulo chega em Damasco.

(9.5) Aguilhões.

    Lembrança fraternal aos enfermos. [Idem]

(9.6) Entra e coopera.

(9.9) Reflexões em Damasco.

(9.10) Cristo e nós.

(9.3, 10) Mediunidade.

(9.16) O Senhor mostrará.

(9.18) Escamas.

(9.19) Primeira pregação de Saulo em Damasco.

(9.20-25) Segunda pregação de Saulo em Damasco.

(9.26, 27) Saulo em Jerusalém.

(9.28-30) Saulo retorna a Tarso.

(9.41) Erguer e ajudar.

At 10. Capítulo 10.

(10.15) Ante o sublime.

(10.29) Razão dos apelos.

At 11. Capítulo 11.

(11.24) Padrão.

(11.25, 26) Barnabé vai em busca de Saulo.

(11.26) Em Antioquia - Lucas sugere a identificação de cristãos.

(11.27-30; 12.1, 2) Dificuldades em Jerusalém - Auxílio de Antioquia - Morte de Tiago.

(11.28) Mediunidade.

At 12. Capítulo 12.

(12.1, 2) Morte de Tiago.

(12.3-19) Perseguições em Jerusalém.

(12.10) Auxílios do Invisível.

(12.25) Encontro com João Marcos e saída de Jerusalém.

At 13. Capítulo 13.

(13.1) Mediunidade.

(13.1-3) A escolha de Barnabé e Saulo.

(13.4) Viagem para Chipre.

(13.5) Em Salamina.

(13.6-12) Em Pafos - Conversão do procônsul Sérgio Paulo - Mudança no nome de Saulo.

(13.13) A viagem para Panfília - João Marcos retorna para Jerusalém.

(13.14) Viagem e chegada à Antioquia da Pisídia.

(13.14-52) Em Antioquia da Pisídia.

At 14. Capítulo 14.

(14.1-6) Em Icônio.

(14.7) Primeiros labores em Listra.

(14.8-10) A cura de um coxo em Listra.

(14.10) A cada um.

(14.11-18) Triunfo em Listra.

(14.15) Trabalhemos também.

(14.19, 20) Testemunho em Listra.

(14.21-26) Trabalhos em Derbe - Retorno para Antioquia.

(14.22) A posse do Reino.

(14.27, 28) Chegada em Antioquia.

At 15. Capítulo 15.

(15.1, 2) Dissensões na Igreja de Antioquia.

(15.3) Viagem de Antioquia para Jerusalém.

(15.4-6) A reunião em Jerusalém I

(15.7-11) A exortação de Pedro.

(15.12-21) As resoluções da reunião em Jerusalém.

(15.22-35) A carta aos gentios.

(15.29) Ídolos.

(15.36-40) A separação de Paulo e Barnabé.

(15.41) Viagem para Derbe e Listra.

At 16. Capítulo 16.

(16.1-5) Timóteo associa-se a Paulo e Silas.

(16.6) Travessia da Frígia e Galácia.

(16.7-9) O chamado para a Macedônia.

(16.9) O varão da Macedônia.

    Mediunidade.

(16.10) Em direção à Macedônia - Encontro com Lucas.

(16.11-15) Conversão de Lídia em Filipos.

(16.16-18) A libertação da pitonisa.

(16.19-40) Prisão e libertação de Paulo e Silas em Filipos.

(16.25) Meia noite. [Idem] [Idem]

(16.31) Tu e tua casa.

At 17. Capítulo 17.

(17.1-9) Paulo e Silas em Tessalônica.

(17.10-15) Paulo e Silas em Bereia.

(17.16-34) Paulo em Atenas.

(17.32) Novos atenienses.

At 18. Capítulo 18

(18.1-3) Paulo em Corinto.

(18.4-8) Divulgação da Boa-Nova em Corinto.

(18.9, 10) A visão de Jesus na Igreja de Corinto e o início das epístolas.

(18.11-17) Permanência em Corinto e novos conflitos.

(18.18) De Corinto a Éfeso - A renovação dos votos em Cencreia.

(18.19-21) Passagem por Éfeso.

(18.22, 23) De Éfeso a Antioquia.

(18.24-28) Paulo e Apolo.

At 19. Capítulo 19.

(19.1-10) Paulo e Apolo.

(19.2) Indagação oportuna.

    Recebeste a luz?.

(19.5) Batismo.

(19.11) Deus em nós.

    Mãos limpas.

    Médium inesquecível.

(19.15) Quem sois?.

(19.21-40) Tumulto em Éfeso.

At 20. Capítulo 20.

(20.1-5) Paulo na Macedônia e na Grécia.

(20.6-12) Paulo em Trôade.

(20.13-16) De Trôade a Mileto.

(20.17-38) Paulo despede-se dos anciãos de Éfeso.

(20.35) Caridade recíproca.

    Doação e alegria.

    O assistido.

    Possuímos o que damos.

At 21. Capítulo 21.

(21.1-15) A viagem para Jerusalém.

(21.13) Ajuda sempre.

(21.16-18) Encontro de Paulo e Tiago em Jerusalém.

(21.19-26) A reunião em Jerusalém II

(21.27-36) Revolta contra Paulo no Templo.

(21.37-40) Paulo em frente à Torre Antônia.

At 22. Capítulo 22.

(22.1-21) A defesa [de Paulo] em Hebraico.

(22.10) Que farei?. [Idem]

(22.16) Um desafio.

(22.22-29) Paulo e a cidadania romana.

(22.30) Paulo diante do Sinédrio.

At 23. Capítulo 23.

(23.1-10) Discurso de Paulo diante do Sinédrio.

(23.11) Jesus fortalece Paulo na prisão.

(23.12-22) O plano para matá-lo [Paulo]

(23.23-35) Paulo é enviado ao governador Félix.

At 24. Capítulo 24.

(24.1-22) O Processo, [Paulo] diante de Félix.

(24.23-27) A manutenção da prisão em Cesareia.

At 25. Capítulo 25.

(25.1-12) O apelo para César.

(25.13-27) Paulo diante de Agripa e Berenice.

At 26. Capítulo 26.

(26.1-32) Discurso de Paulo perante o rei Agripa.

(26.24) Velho argumento.

At 27. Capítulo 27.

(27.1, 2) Início da viagem para Roma.

(27.3-11) A viagem para Roma - Alerta de Paulo.

(27.12-44) Tempestade e naufrágio no mar.

At 28. Capítulo 27.

(28.1-6) Paulo é picado por uma víbora na ilha de Malta.

(28.7-10) Paulo é recebido por Públio Apiano na ilha de Malta.

(28.11-14) Viagem para Roma - Passagem por Siracusa.

(28.15) Fim da viagem para Roma.

(28.16) Paulo em Roma.

(28.17-22) Preparação do encontro com os israelitas em Roma.

(28.23-29) Perante os israelitas em Roma - A Epístola aos hebreus.

(28.30, 31) Paulo permanece em Roma dois anos

.

Abrir