Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Tempo e amor — Autores diversos — F. C. Xavier/Clóvis Tavares


17


Carta aos meus pais

  1 Meu papai do coração,

  Minha mãezinha querida,

  Retornei dos vossos braços

  Para a bênção de outra vida.


  2 Agradeço o vosso amor

  No berço que o Céu me fez,

  Convosco encontrei meu sonho

  De ser criança outra vez.


  3 Renasci de vossas preces

  Na paz que hoje me alcança,

  Bendita a meditação

  Que me refez a esperança.


  4 Tenho saudades de tudo

  Que compõe o nosso lar,

  Saudade de vosso afeto,

  Saudade de vosso olhar…


  5 Sinto ainda o vosso colo

  Forrado de amor sem fim,

  O calor de nossa casa,

  Os irmãos junto de mim…


  6 Recordo: Margaridinha

  Relê trabalhos da escola,

  A palavra do Flavinho

  Faz-se ouvir e me consola.


  7 Luisinho me traz flores,

  Depois, com muito carinho,

  Escuto, maravilhado,

  As leituras do Celsinho!…


  8 Mamãe perfuma o meu leito.

  Depois, a envolver-me em luz,

  Acaricia-me o rosto;

  Falando-me de Jesus!…


  9 Depois, papai, rememoro

  Antigas conversas nossas,

  Vossas mãos tocando as minhas

  E as minhas falando às vossas!…


  10 De nossos entendimentos

  Nenhum se passou em vão,

  Tudo aquilo que dissestes

  Carrego no coração!…


  11 Outra fonte de ternura

  De meu peito se extravasa:

  Revejo Vovó Maria,

  O anjo de nossa casa…


  12 Agradeço-vos, contente,

  O apoio, a vida, o carinho,

  As luzes que reacendestes,

  Clareando-me o caminho!…


  13 A sombra passou… Agora,

  Esquecer para servir

  É a senha de que disponho

  Para buscar o porvir…


  14 Que paz! Que felicidade!

  Afeiçoar-me ao dever,

  Abraçar a estrada nova

  Em forma de alvorecer!


  15 Seguir à frente rogando

  Trabalho nobre e sereno,

  Guardar-me grato a Jesus

  Pelo dom de ser pequeno!…


  16 Anseio, meus pais queridos,

  Astros de meu coração,

  Construir as próprias asas

  Da grande libertação!…


  17 Jesus vos guarde e abençoe,

  Amados Paizinhos meus,

  Sois para sempre comigo

  Dois anjos do amor de Deus!…


.Carlinhos n


ANOTAÇÃO


1 — Carlinhos (Carlos Vítor Mussa Tavares) — Filho do casal Clovis-Hilda Tavares, nasceu em Campos, a 3 de março de 1956. A mensagem, recebida cinco meses após sua desencarnação (psicografada em Uberaba na noite de 21 de julho de 19731, é um retrato fidelíssimo, de uma exatidão absoluta nos mais simples pormenores, do carinhoso ambiente familiar do gentil mensageiro. É, na verdade, insuperavelmente perfeita na descrição e na psicologia de pessoas, fatos, sentimentos e acontecimentos do lar de Carlinhos em Campos. Perfeitíssima.

Os capítulos 39 e 40 do livro [impresso] Entre Duas Vidas (psicografado por Francisco C. Xavier) trazem um estudo do Dr. Elias Barbosa, ilustre Professor de Medicina e nosso valoroso confrade, a respeito da Mensagem e do Mensageiro.

Carlinhos ainda escreveu pelo lápis incomparável de Chico Xavier outras cinco mensagens: Palavras do Coração, Prenda Maior, Novo Rumo, Sinal do Coração e Declaração.

Desencarnou em Atafona (município de S. João da Barra) na noite de 10 de fevereiro de 1973.


.Clovis Tavares


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir