Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Religião dos Espíritos — Emmanuel


43


Examinadores

Reunião pública de 15 de Junho de 1959

Questão n.° 258 de “O Livro dos Espíritos”


1 Observando a Terra, do ponto de vista espiritual, podemos compará-la a imensa escola, com vários cursos educativos.

2 O aluno inicia o aprendizado pelo número de matrícula.

3 O Espírito começa o grande estágio carnal pela certidão do berço.

4 O primeiro ingressa na classe que lhe compete.

5 O segundo é conduzido ao ambiente a que mais se ajusta.

6 Pequeninos, sorriem no jardim da infância, ensaiando ideias da vida.

7 Almas primitivas, na verdura da selva, adquirem noções de comportamento.

8 Há crianças, nas letras primárias, dominando o alfabeto.

9 Há irmãos, em lutas menores, penetrando os domínios da experiência.

10 Existem jovens, nos bancos da instrução intermediária, disputando conquistas mais altas.

11 Possuímos inúmeros companheiros em tarefa importante, marchando para mais elevados conhecimentos.

12 Contam-se, ainda, aqueles que se ergueram às instituições de ensino superior, buscando a especialização profissional ou científica, de modo a participarem da elite cultural, no progresso da Humanidade.

13 Vemos, igualmente, corações amadurecidos, a transitarem na universidade do sofrimento, procurando as aquisições de amor e sabedoria que lhes confiram acesso ao escol da sublimação, na Espiritualidade Vitoriosa.

14 Assim, pois, se te vês no círculo das grandes aflições ou dos grandes problemas, é que já ascendeste aos centros de adestramento maior para a assimilação de virtudes excelsas.

15 Recebe, desse modo, os parentes difíceis e os amigos complexos, os adversários gratuitos e os irmãos desafortunados, tanto quanto aqueles que te apedrejam e ferem, perseguem e caluniam, por examinadores constantes de teu aproveitamento nas ciências da alma, por instrutores na luta cotidiana… Cada um deles, hora a hora, te examina o grau de paciência e serviço, caridade e benevolência, perdão e fé viva, bom ânimo e entendimento.

16 E, lembrando-te de que o próprio Cristo sofreu ironia e espancamento entre eles, no dia da cruz, asserena-te na banca de provas em que te encontras, aprendendo a valorizar, em teu próprio favor, o poder da humildade e a força da compaixão.


.Emmanuel


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir