Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Palco iluminado — Jair Presente


9


Cousas de risco

  1 De cousas desagradáveis

  Você nos pede, Gaspar,

  Mencionar todas aquelas

  Que devemos evitar.


  2 Cousas de risco são muitas,

  Por atacado e a granel,

  Por nomes não caberiam

  Nesta folha de papel.


  3 Mas destacamos algumas

  Que são de efeito fatal,

  Arrojando-nos a vida

  Na antiga rede do mal.


  4 Deus nos livre, onde estiver,

  De mulher alcoviteira,

  De homem parlapatão,

  De conversinhas de feira.


  5 De vento pela janela,

  De garoa que aconteça,

  De mandraca n encomendada

  Que lhe fique na cabeça.


  6 De bailes muito assanhados

  Com muita mulher bonita,

  De mocinha despachada

  Toda enfeitada de fita.


  7 Na rua, seja onde for,

  Não escute o palavrão,

  Trombadinha é sempre o meio

  De acolher a obsessão.


  8 Fuja aos copinhos da cana,

  Que se seguem, um a um,

  É por aí que começa

  O tropeção do bebum.


  9 Na comida não se tome

  Do peixe muito guardado,

  Do bolo de muitos dias

  Para o café requentado.


  10 Comer pouco e viver muito,

  Isso é lei da Natureza,

  Não caia nas ilusões

  Do prato e da sobremesa.


  11 Não entre em casa dos outros

  De onde não possa sair

  Em favor, dar com bondade

  Vale mais do que pedir.


  12 Quanto ao mais em cada caso,

  Não se esqueça da oração,

  O Céu responde na ideia

  Através da inspiração.


.Jair Presente



[1] Vide: Glossário da gíria.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir