Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Parnaso de Além-Túmulo — Autores diversos


43


Luiz Guimarães Júnior

Poeta brasileiro, nascido no Rio de Janeiro, em 17 de Fevereiro de 1845, e desencarnado em Lisboa com 53 anos de idade. Foi jornalista, comediógrafo e diplomata. Entre suas obras, Corimbos, Noturnos, Lírica, etc., sobressai Sonetos e Rimas, que ainda hoje se lê com encanto. Foi membro da Academia Brasileira de Letras.


SONETO

  1 Na escuridão dos anos procelosos,

  Da velhice nos dias mal vividos,

  Eu quisera voltar aos tempos idos

  Da juventude, aos tempos bonançosos.


  2 Mal podia julgar que inda outros gozos

  Mais sublimes que aqueles já fruídos,

  Nas esteiras de prantos esquecidos,

  Acharia nos céus maravilhosos.


  3 Pairar no Além!… volver ao lar primeiro,

  Ressurgido em perene mocidade,

  Clarão de paz ao pobre caminheiro!…


  4 No limiar das amplidões da Altura

  Penetrei, vislumbrando a Imensidade,

  Soluçando empolgado de ventura.


VOLTANDO

  1 Após a longa e frígida noitada

  Da existência no mundo de invernia,

  Busquei contente a paz que me sorria

  No fim da áspera senda palmilhada.


  2 Voltei. Nova era a vida, nova a estrada

  Que minhalma extasiada percorria;

  Divinal era a luz que resplendia,

  Em revérberos lindos de alvorada.


  3 De volta, e os mesmos seres que me haviam

  Ofertado na Terra amores santos,

  Envoltos em ternuras e em carinhos,


  4 Novamente no Além me ofereciam

  Lenitivo às agruras dos meus prantos,

  Nas carícias risonhas dos caminhos.


.Luiz Guimarães Júnior


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir