Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Chico Xavier: O Primeiro Livro — Autores diversos

Parte II — Chico Xavier: Versos por ele mesmo

30


Harmonias da natureza

1 Quem nos sustenta no espaço,

Ó sol grandioso e fecundo,

Que ilumina o nosso mundo,

Sem fadiga, sem cansaço?


2 — “É a mão única e superior

Do Matemático extremo

Cujo poder é supremo,

É fonte de vida e amor.”


3 Quem vos faz bailar luzindo,

Ó estrelas, mundos ditosos,

Esplêndidos e formosos,

Na tela de azul infinito?


4 — “É o Mecânico eterno,

O Esteta inigualável,

Ele é o incomensurável,

O Criador sempiterno.”


5 Ó crepúsculos dormentes,

Recamados de tristeza,

Quem vos deu tanta beleza,

Tantas cores refulgentes?


6 — “É o Artista da Criação,

Cujo pincel encantado,

Deu vida ao ilimitado

Com primor e perfeição.”


7 Ó avezinha que cantas

Por entre frondes e flores,

Quem te deu versos de amores,

Em harmonias tão santas?


8 — “É o Pai que nos alimenta,

Com os mais extremos carinhos,

Quem dá luz aos nossos ninhos,

Quem nos arrima e sustenta!”


9 Ó florzinhas perfumadas,

Quem vos cobriu de grinaldas,

Entre as folhas de esmeraldas,

Das campinas olorosas?


10 — “Quem nos fez meigas e belas,

Quem nos deu aroma e odor,

É o mesmo sublime Autor

Que engendra as almas e estrelas!”


11 Ó pródiga natureza,

Que sois vós na Criação?

Revelais a perfeição,

Excelsa e imortal grandeza…


12 — “Eu sou na Terra e nos Céus,

No infinito ilimitado,

O testemunho sagrado

Da onipresença de Deus!”


.Francisco Xavier


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir