Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Opinião espírita — Emmanuel / André Luiz — F. C. Xavier / Waldo Vieira


48


Na luz do trabalho

A Gênese — Cap. XI — Item 28


1 Beneficência é também agradecer o trabalho alheio e caminhar construindo.

2 Quando transites na estrada, lança um pensamento de gratidão aos que se feriram nas lajes para que a tivesses; 3 fartando-te à mesa, lembra as dilacerações do lavrador que tratou a semente para que o pão te regalasse; 4 no lar, recorda os que te levantaram o agasalho doméstico, muita vezes, à custa da própria vida; 5 no simples copo de água que te aplaque a sede, podes meditar nos braços que se conjugaram, em múltiplas tarefas, a fim de que a recolhesses, pura, do filtro…

6 Em toda parte, inclina-se a vida, à frente de nós, amparando-nos, atenta, de modo a que aprendamos dela o dom de servir.

7 Não há fruto que apareça maduro.

8 Humilde molho de maravalhas que te garanta o lume exigiu laboriosa atividade da Criação.

9 Tudo o que existe de útil reclamou humildade, disciplina, constância, paciência.

A Sabedoria Divina tudo dispôs para que os grandes e os pequenos se entrelacem, na sustentação do bem eterno, conservando cada qual em seu nível de distinção.

10 O sol alimenta o verme. O verme aduba a terra.

11 A planta nutre o sábio. O sábio ergue a escola.

12 Por mais brilhe no firmamento, a estrela não faz o papel da flor que perfuma e o oceano imponente não substitui o regato, que canta ignorado nas entranhas da gleba, para que o vale se coroe de verdura.


13 Tudo se esforça, junto de nós, para que a alegria nos sobeje, além do necessário.

14 Se já atingiste o discernimento iluminado pela convicção da imortalidade, possuis bastante acústica no raciocínio para assinalar o apelo constante da vida: trabalha, trabalha!…

15 Se já sabes que outros mundos se seguem a este mundo por degraus da evolução, não desconheces que o teu merecimento, aqui ou além, será medido por tuas obras. Não te dês, assim, ao logro do desânimo e nem te confies ao perigoso luxo do tédio.

16 Reflitamos nas forças do Universo, que nos servem infatigavelmente sem perguntar, e para que a beneficência se nos alteie, genuína, do coração, trabalhemos e trabalhemos.


.Emmanuel



(Psicografia de Francisco C. Xavier)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir