Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Nosso livro — Autores diversos — 2ª Parte


16


No calvário da luz

   1 Deixa que a Dor te rasgue o peito, ao grito

  Da angústia extrema que te prende e enluta!

  O buril que lacera a pedra bruta

  Guarda o poder tirânico e bendito.


   2 Infortunado, mísero, proscrito,

  Segue, de pés sangrando, sob a luta,

  De fronte iluminada e face enxuta,

  Prelibando a grandeza do Infinito…


   3 Avança à frente, moribundo embora,

  Cultivando a bondade que aprimora,

  De alma oprimida a soluçar, de rastros


   4 Louva o crisol da desventura humana

  Que a Vida Pura reina, soberana,

  No roteiro mirífico dos astros.


Cruz e Souza


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir