Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Maria Dolores — A própria


7


Para melhor servir

  1 Diz a lenda que, um dia,

  Abandonada sob a terra fria,

  A semente cansada

  Perguntou ao Senhor:

  — “Por que me vejo a sós, morrendo sufocada,

  Como quem deve estar sob lodo e pancada,

  Afinal, que fiz eu?!…”


  2 Entretanto, o Senhor não respondeu…


  3 Mas, depois de algum tempo,

  Ao solo que se enfresta,

  Maravilhosamente transformada

  Em ramo, aroma, flor e fruto,

  Orgulhou-se de ter

  Por privilégio e por dever

  O encargo de ser pão na mesa em festa.

  E tocada de vida superior,

  Agradeceu a Deus em preces de louvor.


  4 Conta-nos outra lenda

  Que uma ovelha esquecida em remota fazenda

  Gritou ao Céu, na hora da tosquia:

  — “Por que me expõe à ventania,

  Nesta nudez tamanha?…

  Olha a rude tesoura que me apanha…

  Afinal, que fiz eu?!…


  5 O Céu, no entanto, nada respondeu…


  6 Mas, depois de alguns dias,

  Encontrou a criança

  Que lhe vestia a lã, sorrindo de esperança,

  Alegrou-se anotando o seu próprio trabalho,

  Sustentando o calor e doando agasalho

  Em auxílio de alguém!…

  E agradeceu à vida

  A elevada missão de que fora incumbida

  Pela fonte do Bem!…


  7 Assim também, alma querida e boa,

  Quando a dor te transforme o coração em chama

  De sofrimento a requeimar-te o peito,

  Não reclames, perdoa,

  E nem perguntes, ama!…

  De todo golpe humildemente aceito

  Deus fará, nascedouro alto e fecundo

  De paz, felicidade, ensino e elevação

  Que se façam degraus de perfeição

  Pelos quais o Céu desça e felicite o mundo!…


  8 Aprendamos a dar o teto, a escola,

  O prato, a veste e a luz que asserena e consola

  Onde a penúria geme e onde a sombra se avulta,

  De vez que só retemos o que damos,

  Entretanto, jamais no esqueçamos

  Daquela caridade doce e oculta,

  Quanta vez desprezada e incompreendida,

  Que trabalha e se esquece

  A fim de sustentar as construções da vida!…

  Porque somente o amor incontroverso,

  A sofrer e a calar para melhor servir,

  É o centro de equilíbrio do Universo,

  O apoio do presente e a força do porvir.


.Maria Dolores


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir