Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Gotas de luz — Casimiro Cunha


28


Seixos

  1 Acorda, vigia e escuta

  Na senda que te esclarece.

  No conselho da raposa

  Toda galinha padece.


  2 Se a maldade te apedreja,

  Serve ao bem com fé mais rica.

  Quem nada faz neste mundo

  É sempre quem mais critica.


  3 Na rota de teu dever,

  Vive sem mágoa e sem medo.

  Quem se deita, perde o tempo.

  Quem se rala, morre cedo.


  4 A vida é o grande oceano,

  Nosso corpo é embarcação…

  A morte será o porto,

  Conforme a navegação.


  5 Seja a tua paciência

  Qual fonte que não se esgota.

  Arrojo sem disciplina

  É trilho para a derrota.


  6 Se queres a independência

  Não vivas muito à vontade,

  Da escravidão no dever,

  Nasce a grande liberdade.


  7 A discórdia por mais leve

  Tem sempre um sabor amargo.

  Em todo sinal de guerra,

  O inferno fica mais largo.


  8 Em qualquer dificuldade,

  Não fujas à cortesia,

  Mais vale negar com graça

  Que ceder com grosseria.


  9 Se ajudas, ampara logo

  Sem pergunta ou desavença.

  Caridade verdadeira

  Nunca pede recompensa.


  10 Se desejas evitar

  Angústias e cicatrizes,

  Nunca digas o que sabes

  Sem saberes o que dizes.


.Casimiro Cunha


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir