Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Gotas de luz — Casimiro Cunha


17


Notas

  1 A verdade é alguma coisa

  Sagrada, bela e infinita…

  Só o amor sabe dizê-la

  Conforme deve ser dita.


  2 Se queres luzes mais altas,

  Mais ditosas e mais ricas,

  Olvida o mal que te fazem

  E esquece o bem que praticas.


  3 Reúnem-se os generais

  Na guerra, em busca da glória

  Mas o Todo-Poderoso

  É quem decide a vitória.


  4 Quem só palavras semeia,

  No campo de cada dia,

  Recolherá simplesmente

  O sopro da ventania.


  5 O homem que se aborrece

  Clamando fastio, a esmo,

  Encontrou tempo excessivo

  Para cuidar de si mesmo.


  6 Não é a erva daninha

  Que mata o grão promissor,

  Mas a triste negligência

  Que mora no lavrador.


  7 Amizades e conselhos,

  Livros, remédio e comida

  Devem chegar até nós

  De procedência escolhida.


  8 Quem se compraz com a lisonja

  Desce a escuro sorvedouro,

  Bebendo o veneno e a morte

  Em taças de mel e ouro.


  9 Competência e fidalguia,

  Miséria e desolação,

  Todas dependem na vida

  Do toque da educação.


  10 Quem para justificar-se

  Alheias faltas reclama,

  Decerto, pensa lavar-se

  Em banhos de lodo e lama.


Casimiro Cunha


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir