Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Estamos no Além — Familiares diversos


13


Claridade no caminho

Ângelo Luizari Filho é um jovem que regressa da Vida Maior, cinco anos após um acidente automobilístico fatal, externando aos seus pais, residentes em Presidente Prudente, SP, o imenso carinho de sempre, afirmando: “O tempo corre, mas o coração em relação às horas é um órgão parado.”

Além de muita paz e consolo, transmite notícias de sua família espiritual e aponta aos progenitores a regra áurea indispensável para que continue recebendo o amparo amoroso de seus corações: “Não permita que a tristeza lhes feche os olhos, e sigamos adiante, fazendo o bem, para que o bem se faça claridade no caminho que devo atravessar.”

Eis a mensagem:


MENSAGEM n


1 Querida mamãe Hilda, n meu pai e querida Sílvia, n estou aqui, a compartilhar-lhes das preces.

2 Penso no papai Ângelo e nas lutas que vamos atravessando. O tempo corre, mas o coração em relação às horas é um órgão parado.

3 Meu pai Ângelo está comigo em minhas lembranças e tudo daria de mim se pudesse voltar ao nosso recanto para não mais sair. A família é um pedaço grande de nossa alma, e não posso me esquecer disso. Desejaria tanto exprimir-me com a emoção que me transborda do ser; no entanto, estou sem palavras com que lhes digo o meu amor e o meu reconhecimento de todos os dias.

4 Querida mãezinha, a vó Ignácia n me adotou como sendo um filho dela própria, logo depois que me identifiquei na vida espiritual. Falar-lhes das transformações que senti é impossível. Eu precisaria de muitas expressões novas, a fim de classificar o que ando sentindo. 5 A princípio muito choro e quase rebeldia, mas depois, a vovó Ignácia e o meu avô José n conversaram comigo podando os meus pensamentos negativos; e venho procurando acomodar-me ao irreversível.

6 Peço às irmãs não me esquecerem nas preces. Estão todas elas dentro de mim. A nossa Maria Ângela, a nossa Eunice, a nossa Lucy n e nossa Maria Sílvia, que estou vendo em companhia da nossa linda Carla. n

7 Mãezinha, quanto possível, dê-me sua proteção, através dos outros. A vovó Ignácia tem-me mostrado o valor daquilo que se entrega de coração para a felicidade dos outros e estou compreendendo que não somente as pessoas felizes, mas também as menos felizes, conseguem fazer felizes aqueles que varam noites e provas mais obscuras do que as nossas. 8 Mãezinha, o seu carinho e a bondade do papai Ângelo encontrarão muitos rapazes de minha idade necessitando de apoio, de mães e pais que procuramos de algum modo substituir. Não permita que a tristeza lhes feche os olhos, e sigamos adiante, fazendo o bem, para que o bem se faça claridade no caminho que devo atravessar.

9 Peço à querida família, paz com todos, porque isso se fará precioso auxílio. Mãezinha, tanto quanto puderem aceitar os desígnios de Deus e tanto quanto conseguirem auxiliar os menos favorecidos do que nós mesmos, mais apoio receberemos para preencher a viagem com as Bênçãos Divinas.

10 A vovó Ignácia me pede para terminar, porque a minha parcela de tempo se esgotou, mas ainda lhes peço, ao seu carinho e à nossa Sílvia, distribuírem as nossas lembranças com todos os nossos, e receba com o papai Ângelo todo o amor e todo o reconhecimento de seu filho,


.Ângelo Luizari Filho. n


NOTAS E IDENTIFICAÇÕES


1 — Psicografia de Francisco C. Xavier, em reunião pública do Grupo Espírita da Prece, Uberaba, MG, a 24/10/1980.


2 — Mamãe Hilda e papai Ângelo — Casal Hilda Penteado Luizari — Ângelo Luizari.


3 — Sílvia — Maria Sílvia, irmã.


4 — Vó Ignácia — Ignácia dos Reis, bisavó materna, desencarnada em 1961.


5 — Avô José — José Estêvão dos Reis, bisavô materno, desencarnado em 1963.


6 — Maria Ângela, Eunice, Lucy — Irmãs.


7 — Carla — Sobrinha.


8 — Ângelo Luizari Filho — Desencarnou a 29/3/1975, com 19 anos, em acidente automobilístico entre as cidades paulistas Presidente Prudente e Pirapozinho, quando cursava o 1º Colegial.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir