Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Continuidade — Familiares diversos


6


Jomar d’Utra de Castro

ESCLARECIMENTOS


Nascimento: 26 de maio de 1974. Desencarnação: 15 de abril de 1981. Idade: 7 anos.

Pais: Sebastião de Castro e Denise de Almeida d’Utra de Castro — Av. Maracanã, 1351, Rio de Janeiro — RJ.

Irmãos — Patrícia d’Utra de Castro, Ana Paula d’Utra de Castro.

Avó — Herondina de Almeida d’Utra, materna.

Bisavó — Mariana Dias de Almeida, materna, desencarnada em 27-04-1956.


COMENTÁRIOS


O que nos diz Dona Denize de Almeida.

“Desde o seu nascimento, Jomar apresentava problemas relacionados à sua saúde.

Aos 15 dias do seu nascimento, foi vitimado por um abcesso na face esquerda.

Após exames necessários a doença foi diagnosticada: neutropenia crônica-congênita.

Aos quatro anos precisou ser internado numa clínica para tratamento de pneumonia, envolvendo sérias complicações.

Recuperou-se mas, em 1980, aos cinco anos, foi novamente acometido pela mesma moléstia, sendo na ocasião submetido a uma intervenção cirúrgica cardíaca, também com várias complicações.

Em 12 de abril de 1981, brincando no quintal da casa de uma amiga, levou um tombo, ralando superficialmente o joelho, sobrevindo também sérias complicações, agora, irreversíveis, que o levaram à desencarnação no dia 15 de abril de 1981.

Cursava a classe de alfabetização.

Gostava de frequentar a escola onde tinha vários amiguinhos, relacionando-se muito bem com os mesmos e com a professora.

Jomar gostava sempre de fazer perguntas relacionadas à religião, como por exemplo:

Como é o Céu?

Como é Deus?

Eu não gostava e não sabia responder e, nessas ocasiões, procurava mudar de assunto.

Intimamente eu pressentia que Jomar não ficaria comigo por muito tempo.

Três dias antes de desencarnar, ele aproximou-se de mim e disse:

— Mãe, eu sei que você não gosta de falar nisso, mas me responda só uma coisa:

O que é anjo da guarda?

Respondi, rapidamente:

Anjo da guarda é o anjo que protege a gente. Agora, vá brincar.

Respondeu-me: Ah… e foi brincar.

Assim foi, em poucos detalhes, a presença de nosso filho na Terra.

Antes de passar por todo esse drama que se abateu sobre a nossa família, jamais passou por nossas mentes visitar a cidade de Uberaba e, particularmente, conhecer o médium Chico Xavier.

Motivados por essa dor fomos de encontro ao querido médium.

Ao receber a primeira mensagem de nosso querido filho, sentimo-nos mais confiantes e mais esperançosos, pois estávamos chegando à Doutrina Espírita que muito nos tem ajudado a prosseguir e compreender que a vida prossegue aguardando-nos o futuro para novo reencontro.

Muito devemos a Francisco Cândido Xavier, não só pela mensagem mas por tudo o que ele representa às almas carentes, como nós, dos ensinamentos de Jesus.

Com paciência, resignação e a confiança em Deus, temos a certeza de que, se for permitido, Chico Xavier estará sempre a oferecer esse consolo como enviado de Deus a este planeta, sem desconsiderar o esforço e abnegação de muitos outros médiuns, trabalhadores na Doutrina Espírita.”


MENSAGEM


1 Querida mãezinha Denise e meu querido papai Sebastião, a vovó Mariana me trouxe para dizer-lhes que estou muito mais forte, crescendo em vida nova.

2 Mãezinha Denise, não se aflija lembrando a minha queda, em que me feri no joelho. Tudo devia ser como aconteceu.

3 O corpo frágil, sem defesa, era aquele mesmo de que eu precisava para valorizar a vida.

4 Agora, querida mamãe, tudo mudou. Estou mais forte e não acredite que o seu carinho me pudesse afastar da provação que era minha, em permanência curta no lar de nossas alegrias.

5 Sempre que possível retorno a vê-los em nosso ninho feliz da Rua Tenente Cleto Campelo, em nossa ilha de trabalho e de paz.

6 Envio muitos abraços às irmãs queridas e desejo dizer à vovó Herondina, que a vovó Mariana e ela se confundem nos mesmos gestos de bondade e na mesma luz de amor.

7 Querida mamãe Denise e querido papai, fiquemos nós todos com Deus nos corações e recebam muitos beijos do filho sempre grato e que espera crescer em boas experiências na vida renovada para que lhes possa, um dia, ser útil tanto quanto desejo.

8 Muito carinho e gratidão do filho que tanto lhes deve.


.Jomar


.Rubens S. Germinhasi


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir