Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Convivência — Emmanuel


17


Traços da paciência

1 No campo da alma, a paciência é um dispositivo de ação capaz de auxiliar-nos na realização de preciosas tarefas, tais quais sejam:

  2 suportar dificuldades, sem desistir do serviço a fazer;

  3 promover, sem alarde, o socorro preciso aos companheiros necessitados;

  4 tolerar os cooperadores de temperamento difícil, sem recorrer a advertências inoportunas;

  5 aguentar injúrias, sem transmiti-las à sensibilidade dos outros;

  6 fazer o bem, abstendo-nos de provocar elogios e recompensas;

  7 substituir qualquer irmão impedido de exercer as funções que lhe são próprias, na equipe de trabalho em que se integre, sem cobrar-lhe qualquer tributo de reconhecimento;

  8 liquidar os problemas da experiência comum, à custa do esforço próprio, evitando incomodar a quem quer que seja.


9 Em suma, quando se fala de paciência, invoca-se a presença de alguém que se dispõe a trabalhar e a servir, sem a mínima ideia de que a paciência possa ser uma cadeira de balanço para refúgio da inércia.


.Emmanuel


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir