Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Chico Xavier, dos hippies aos problemas do mundo — Entrevistas — Emmanuel


27


Amor livre e jogo

1. — ALMIR — Muito bem. A pergunta é sua Saulo.

SAULO — Concluído o autógrafo para o nosso Leporace, a pergunta é rápida Chico; acho que é importante e necessário uma mensagem sobre o tema “amor livre”.

LEPORACE — É o livro mais importante que eu vou ter na minha biblioteca. Não adianta fazer oferta não, porque não está em leilão, ninguém vai ter este livro a não ser eu e minha família e os meus privilegiados amigos e não há preço porque eu sou capaz de dobrar a oferta para que ele fique comigo. Muito obrigado, Chico.

CHICO XAVIER — Muito obrigado. Diz o nosso Emmanuel que o amor como fonte divina de manifestação de Deus é o oceano de força em que nós todos vivemos, porque nós todos vivemos num oceano de amor, mas que o sexo é responsável quando instrumento do amor. Portanto as nossas ligações de natureza sexual devem obedecer ao critério da lei, da palavra empenhada, do compromisso, da monogamia enfim, embora nos amemos infinitamente uns aos outros, mas no terreno do sexo o amor precisa de represas para que ele não faça uma inundação destrutiva, criando calamidades sentimentais suscetíveis de arrasar com a família, com a nossa organização social. O amor vindo de Deus, é livre, mas no sexo ele, o amor, é responsável.


2. — ALMIR — Muito bem. Chico, estão sendo providenciados os lápis ou as esferográficas para você procurar psicografar uma mensagem de Ano Bom aos presentes e a todo esse mundo de telespectadores que, nesse instante nos honra até esta hora com sua audiência, eu vou formular uma pergunta a você: diz assim, foi posta aqui em cima da minha mesa, mas como eu gosto um pouco de jogo, então achei interessante a pergunta. Chico, o nosso irmão D’Angelo Neto, você deve conhecer, já desencarnado, preocupado com a questão da legalização do jogo no Brasil, cuja tese já ganhava o apoio de espíritas, e na Câmara Federal ou no Senado da República, pediu a opinião do Dr. Bezerra de Menezes, por seu intermédio obteve resposta: legalizado ou não, o jogo é imoral. Que pensa você a respeito? Dr. Bezerra estava certo ou errado?

CHICO XAVIER — Gostaria de futuramente reconsiderar o assunto num estudo mais pormenorizado, porque o assunto é dependente de deliberações legais daqueles que nos governam e que nós precisamos tratar com o máximo respeito. Futuramente espero que o Dr. Bezerra de Menezes confirme ou não, guardadas as dimensões, as finalidades, os objetivos, as diretrizes do assunto.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir