Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Correio fraterno — Autores diversos


18


Servindo

1 O trabalho é lei da vida.

Auxiliar é dever.

A alegria de servir

É a glória de cada ser.


  2 Observa a Natureza,

  Servindo constantemente.

  O mundo é uma sinfonia

  De doação permanente.


3 O sol, gerando energia,

— Luz do Senhor a brilhar —

É a força da Criação

Servindo sem descansar.


  4 O mar, gigante a agitar-se

  Em primitivos lamentos,

  É o servidor do equilíbrio

  Dos terrestres elementos.


5 A árvore generosa,

Que auxilia a todo instante,

Nasce, cresce, vive e morre

Em serviço edificante.


  6 Desliza a fonte a cantar

  Em contínua servidão,

  Alheia ao lodo que a tisna,

  Servindo sem distinção.


7 O verme no subsolo,

Pequeno e desgracioso,

Garante a gleba fecunda,

Mourejando sem repouso.


  8 A vida por toda a parte

  É todo um hino de amor,

  Serve a nuvem, serve o vale,

  Serve o monte, serve a flor.


9 Não te queixes no caminho,

Não te prendas à amargura,

A quem te ofenda e apedreje

Ampara com mais ternura.


  10 Abençoa a própria luta,

  No sonho de céu e paz.

  Guarda a bondade por norma,

  Serve sempre e vencerás.


11 Se quisermos a alcançar

A exaltação do porvir,

A nossa senha é “marchar”

E o nosso lema é “servir”.


  12 Servindo vive a semente,

  Servindo resplende a luz,

  Servindo o pão te socorre,

  Servindo passou Jesus.


.Casimiro Cunha


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir