Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Caminho espírita — Autores diversos


40


Mérito

1 No critério de inúmeros companheiros, o merecimento, por fator de facilidade e sublimação, decorrerá simplesmente do ato de crer.

2 Profissão de fé, no entanto, guarda o valor do título de serviço que estabelece a competência e acentua a responsabilidade.


3 Todos trazemos do pretérito, defeitos e provações!…

4 Todos carregamos o fardo de antigos débitos, mas não basta proclamemos confiança no Senhor, a fim de alijá-lo. Necessário conduzir semelhante quisto de sombra ao calor da reforma íntima para que se converta em luz de experiência, à maneira do calhau que libera o ouro na tensão do cadinho.


5 Por mais vigorosa a expressão de nossos conhecimentos, nenhuma renovação surgirá para nós, se fugimos da disciplina indispensável à educação de nós mesmos — disciplina que nos eleve o nível da existência à altura dos ideais superiores que abraçamos.


6 As próprias comodidades materiais na civilização terrestre falam disso.

7 Locomotivas aprimoradas, lembrando grandes hotéis rodantes, não atingem a meta se desertarem dos trilhos.

8 Aviões, quais palácios voadores, tombarão em desastre se desatendem aos princípios que lhes regem os movimentos.


9 Decerto que a Bondade Divina brilha em toda parte, entretanto, não se sabe de lugar algum que mantenha salário sem trabalho.

10 E o trabalho edificante, seja qual for, exige fidelidade e esforço, aplicação e obediência.


11 Jesus a ninguém prometeu direitos sem deveres.

12 Ao invés disso, ele que transitou no caminho dos homens, invariavelmente subordinado aos interesses do Reino de Deus, convidou-nos a cooperar espontaneamente na construção do bem, advertindo-nos claramente: — “Tomai sobre vós o meu jugo”. ( † )


.Emmanuel


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir