Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Caderno de mensagens — Autores diversos


42


Paciência e serviço n

1 Paciência não é inércia.

2 Será um estado de compreensão, já que não dispomos de palavras exatas para defini-la. Compreensão com espírito de serviço, buscando cooperar sem pretensão para que as dificuldades da existência desapareçam.

3 A vida nos propõe variados problemas a fim de descobrir as nossas qualidades potenciais e desenvolvê-las. E, com isso, nos capacita, de modo a realizarmos o melhor de nós mesmos, a benefício dos outros. 4 Isso ocorre porque auxiliar aos outros será sempre promover o apoio a nós mesmos.

5 Na hipótese de te encontrares sob o peso de provações inevitáveis, aceita-as em auxílio a ti próprio, de maneira a que não se ampliem a detrimento da paz de que necessitas.

6 Sejam quais forem as tribulações da estrada que te compete percorrer, não te revoltes, nem te encolerizes.

7 Age para o bem com serenidade, sem alarde.

8 O parente difícil, a doença em família ou no próprio corpo, a pessoa querida que se afasta de nós, o prejuízo inesperado e o trabalho extra e obrigatório são testes destinados a retirar-nos das limitações espirituais em que estejamos vivendo.

9 Mantenhamos, sobretudo, a certeza de que a paciência não é almofada que nos favoreça o sono da ociosidade e sim uma escora segura para que aprendamos a caminhar.


.Emmanuel



[1] (Página recebida pelo médium Francisco Cândido Xavier em reunião pública da noite de 11 de fevereiro de 1983.) Existe outra mensagem de Emmanuel, muito parecida com essa, os manuscritos psicografados de ambas encontram-se sob a custódia do Dr. Eurípedes Higino, filho adotivo do Chico.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir