Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Cartilha da Natureza — Casimiro Cunha


72


O voo

  1 Aos que aprendam no silêncio,

  Sem sombras e sem entraves,

  Há sempre grandes lições

  No voo comum das aves.


  2 Todas elas têm nas asas

  Um dom formoso e excelente,

  Mas cada grupo utiliza-o

  De maneira diferente.


  3 Recordemos que a avestruz,

  Exemplo que mais destoa,

  É a maior das grandes aves,

  Muito bela, mas não voa.


  4 As galinhas igualmente,

  Queridas e admiradas,

  Se voam alguns segundos,

  Caem trêmulas, cansadas.


  5 Os patos, perus e gansos,

  De grande conformação,

  Toleram somente os voos

  Que os arrastem junto ao chão.


  6 Os corvos pairam no alto,

  Mas o abutre da preguiça

  Aproveita a elevação

  Para a busca de carniça.


  7 As andorinhas, porém,

  Librando no azul da esfera,

  Esquecem o inverno e a lama,

  Procurando a primavera.


  8 A pomba bondosa e terna

  Sobe, sobe, além dos montes,

  E presta serviços nobres

  Devorando os horizontes.


  9 Entre os homens, vê-se o mesmo,

  Nos caminhos da existência;

  A ninguém falta na, Terra

  As asas da inteligência.


  10 Há, porém, muita avestruz,

  Muitos corvos e galinhas,

  E em todo o lugar são raras

  As pombas e as andorinhas.


.Casimiro Cunha


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir