Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Cartilha da Natureza — Casimiro Cunha


58


O ribeiro

  1 Entre os bens da Natureza,

  Tem o homem, cada dia,

  No ribeiro claro e manso

  Lições de sabedoria.


  2 Ei-lo que passa sereno,

  Em doce fidelidade,

  Dá vida aos paióis do campo,

  Conforta e limpa a cidade.


  3 Busca as terras desprezadas

  Que nunca tiveram dono,

  Atende as raízes tristes,

  Deixadas ao abandono.


  4 Converte toda tarefa

  Num dom gratuito e suave,

  Mata a sede da serpente,

  Como o faz à flor e à ave.


  5 Cumprindo o labor de sempre,

  Nunca cessa de correr,

  Ensina a perseverança,

  Exemplifica o dever.


  6 Se a chuva lhe traz a enchente,

  Vai além da obrigação,

  Busca a terra deserdada

  E lhe ensina a dar mais pão.


  7 É tão sereno e bondoso,

  Tão amigo e tão perfeito,

  Que não se nega ajudar

  A mão que lhe muda o leito.


  8 O ribeiro carinhoso

  Não cessa de trabalhar,

  Parece o semeador

  Que saiu a semear.


  9 E vendo que Deus é o dono

  Das sementes multifárias,

  Nunca volta no caminho

  A contas desnecessárias.


  10 Ao homem do mundo inquieto,

  O ribeiro calmo ensina

  Como agir e confiar

  Na Providência Divina.


.Casimiro Cunha


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir