Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Colheita do bem — Mensagens familiares do Prof. Arthur Joviano (Neio Lúcio) e outros


86


Quem aprende está sempre servindo

16/05/1951


1 Meus caros filhos, Deus abençoe a vocês, conferindo-lhes muita paz, saúde, alegria e bom-ânimo.

Hoje, meu caro Roberto, detenho-me particularmente em nossos casos para dizer a você que o vovô continua velando. Acompanho suas interrogativas imanifestas, sua expectação, suas reflexões de moço, e peço-lhe encarar as lutas do reinício com calma, coragem e serenidade.

2 Consideramos por “reinício” a fase presente em que a mocidade entusiasta e realizadora estua no coração, estruturando planos e imaginando os sucessos do porvir. Não se agaste com as circunstâncias pelas dificuldades naturais que a sua entrosagem no serviço público está apresentando nos quadros do oficialismo. Não se esqueça você de que aquele trabalhador que aprende está sempre servindo. Aprender é o primeiro mandamento das grandes tarefas. Por agora, a luta ainda pede a você complementação e integração com a carreira escolhida. Você possui à frente vastíssimo futuro e o futuro é alguma coisa que devemos conquistar. Refugiar-se no trabalho por amor ao trabalho e buscar a ação por devotamento à ação — eis o melhor princípio.

3 Por felicidade nossa, você tem aqui um reino abençoado de serviço e preparo incessantes. Dentro do roteiro que você traçou a si próprio a sua capacidade aqui dispõe de múltiplos meios para se exteriorizar, crescer e engrandecer-se. Entendemos as suas perguntas sem palavras. 4 Por que os anos escolares, laboriosos e difíceis, sem uma habilitação oficial imediata às suas aspirações? Por que as portas da atividade profissional garantida ainda cerradas aos seus propósitos de avançar para a frente? E na sua imaginação juvenil, os problemas se alinham, na sequência natural do ontem e do hoje, com esperanças ardentes e realizações que parecem remotas ante os desejos bem conduzidos do coração. Não se deixe, porém, perdido em semelhantes labirintos. Não se detenha aí. Prossiga avançando na tarefa, no estudo, no conhecimento. 5 O painel do trabalho à sua mente e aos seus braços, ao seu coração e às suas forças está desdobrado. Não se incomode com a demora da consagração oficial. A melhor de todas as garantias ainda e sempre é a experiência adquirida. Você está recomeçando a tarefa no mundo e não pode esquecer as necessidades do esforço dia a dia. O título é uma chave. Use-o na penetração do serviço em si mesmo, qual vem fazendo, porque assim as oportunidades de realizações mais altas virão inevitáveis ao seu encontro.

6 O tempo é o grande criador, o admirável amigo e o venerável conselheiro de todos. Compreendemos que os seus sonhos naturais de rapaz reclamam ponto de apoio para se positivarem na felicidade que você está esperando. É belo esperar e imaginar, mas é necessário, antes de tudo, instalar a nossa alma em terreno firme para que o nosso pensamento se concretize de acordo com a nossa expectação. Não tenha dúvida quanto ao porvir. Desejar é começar a marcha para a obtenção daquilo que procuramos. Quem idealiza está construindo. Não faltarão a você os recursos indispensáveis às edificações porvindouras. A hora, porém, é de ajuste, de projeto, de pensamento, a fim de que a coroa da responsabilidade encontre segurança e firmeza em sua fronte.

7 Estamos satisfeitos com a sua atuação no campo do destino. Não recue. A vida nos retribui multiplicadamente o que lhe damos. Esforço por esforço, bens por bens. Nada se perde. Tudo obedece a leis de criação, amplificação e reprodução. O seu trabalho de agora não é insignificante. É sólida coluna dos dias que virão. E nos dias que aguardamos chegará também para o seu espírito a bênção da felicidade que você está aspirando. Felicidade de seguir nas suas linhas preferenciais de ação, no sentimento e na vida ativa, felicidade de traduzir na Terra, em notas positivas e seguras, o cântico de suas realizações individuais e inconfundíveis. 8 Espere agindo e o Senhor agirá em favor da materialização de sua esperança. Não está longe o dia de sua “crisma funcional”. Todos estamos cooperando para que você seja muito bem-sucedido em suas aspirações afetivas e interesses de moço trabalhador e cristão. Apenas rogamos a você muito bom-ânimo, entusiasmo crescente e força de ideal no cérebro e no coração, de modo a colaborar conosco em favor de você mesmo. 9 É para nós muito difícil auxiliar com segurança ao espírito aflito ou amargurado, porque a inquietação excessiva gera perturbações e a tristeza estabelece o gelo mental em derredor do raciocínio. Guarde alegria e paz, energia e boa vontade no projeto e na ação. E verá que a solução dos nossos problemas chegará com maior facilidade até nós. A solução é resposta do Alto. Assim, pois, batamos, através do nosso esforço, às portas de nosso Pai e o socorro não se fará negado em tempo algum.

10 Maria, guarde cuidado contra maiores incursões da gripe na esfera orgânica. O nosso receitista já formulou indicações, mas, além delas, peço a você resguardar-se convenientemente contra os golpes de ar frio no tórax, usando mingaus ou caldos quentes pela manhã, por três a cinco dias, em se levantando para as lides comuns. Estamos no campo de vocês em plena estação renovada. Muito frio, muita mudança. Atendam todos vocês aos preventivos. O corpo é um templo de trabalho cujo valor, quase sempre, só compreendemos em sua máxima extensão depois de perdê-lo. Quanto estiver ao alcance de vocês auxiliem a sustentação do corpo como quem ampara a higiene e a segurança da casa, que se fez o lar de nossas melhores esperanças.

11 Continuo, meu caro Rômulo, cooperando com você na equação dos nossos casos. Muito satisfeitos com a sua calma e tolerância, esperamos tenha você forças para perseverar nas mesmas diretrizes. Males existem que devem ser relegados ao “esquecimento com vigilância”, se podemos nos expressar assim, ante os impositivos de serenidade do homem e as responsabilidades inalienáveis do administrador. Deus o fortaleça em sua luta direcional. Atravessamos uma época de grande nevoeiro e quem conduz qualquer embarcação em mar tão perigoso, qual o das injunções políticas e administrativas da atualidade, precisa muita visão e paciência, fé e bom-ânimo para que os rochedos não lhe ameace a viagem segura e harmoniosa. Jesus nos proteja e abençoe.

12 Para todos vocês, consigno as minhas visitas muito afetuosas, e reunindo-os em meu grande e forte abraço sou o papai e amigo de sempre,


A. .Joviano


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir