Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Colheita do bem — Mensagens familiares do Prof. Arthur Joviano (Neio Lúcio) e outros


46


Bênçãos de amor e luz

07/06/1950


1 Meus caros filhos, Deus abençoe a vocês, conferindo-lhes muita saúde, paz e alegria.

Renovados no campo celular e nas zonas do espírito, congregamo-nos, de novo, no santuário do lar para render graças ao Senhor. Seja ele louvado pelas muitas bênçãos de amor e luz que nos concede, através da possibilidade de atendermos aos nossos desejos e do trabalho que nos faculta, sempre e cada vez mais, a visão do mundo em seus múltiplos aspectos.

2 É uma bênção divina poder “marchar por dentro”, elevando sentimentos e concepções para melhor informar à nossa consciência com respeito à vida, em sua eternidade e grandeza. Estou agradecido a você, meu caro Rômulo, por me haver tranquilizado com o tratamento a que se submeteu. Creia que é uma alegria para nós, “neste lado”, prestar assistência a corações que, ligados ao nosso, vivem sintonizados com o bem supremo, porque a sua paz criadora e diligente é igualmente a minha paz e porque os sentimentos que os animam se refletem sobre mim, tanto quanto os meus pensamentos se projetam sobre vocês, envolvendo-lhes a estrada espiritual, com o auxílio divino.

3 Você precisava de semelhante recurso. Intervenção natural, construtiva e benéfica. Passei ao seu lado inesquecíveis horas junto do mar, principalmente quando a sua mente se recolhia para pensar entre os dois infinitos — o da matéria tangível e o do reino espiritual, inimaginável em suas mais elevadas expressões.

4 Nossos entendimentos, sem palavras articuladas, foram mais vivos que você mesmo possa calcular. Alguns amigos nossos estiveram completando o tratamento iniciado pela nossa prestimosa irmã Scheilla, e ela própria, por duas vezes, visitou-nos para sentir a eficiência de suas melhoras. Felizmente, você não adora o falso ídolo da enfermidade e trabalhando firmemente contra a mística de semelhante “entidade” não conseguiu verificar as necessidades do corpo. A luta, meu filho, equilibra a inteligência e não oferece ensejo de perquirição para a alegria daqueles que a elegem por abençoado clima de construção íntima e, em face disso, eu mesmo fui constrangido a mobilizar os recursos alusivos ao tratamento que lhe era indispensável.

5 Para esclarecer melhor, explico a você que dando menos trabalho à peça física podemos atuar com mais segurança nas particularidades perispirísticas que lhe correspondem e, assim, a presença do mar, ofertando a posição ideal, permitiu que lhe desalojássemos o corpo perispiritual para o socorro com a eficiência desejável. Isso não deve ser novidade para vocês. 6 O sono é o desligamento das funções da alma e, diariamente, em toda a crosta da Terra, há milhares de intervenções, auxílios e influências a benefício das criaturas que se fazem credoras desse amparo, tanto quanto existem envolvimentos, desequilíbrios e ataques aos milhares, em cada noite, contra as personalidades encarnadas, por parte de Espíritos desafetos, cuja intromissão é permitida pelos poderes superiores para a obra, não de castigo propriamente considerado, mas de reajuste. 7 Em casos especializados, porém, precisamos de circunstâncias especiais e, desse modo, foi possível renovar-lhe as células, por transfusão, em grande parte do campo circulatório. Estou muito satisfeito com as melhoras havidas e agradeço a todos os companheiros que nos auxiliaram na tarefa de amparo à sua máquina.

8 O concurso do nosso estimado Peixoto  †  foi muito apreciável e espero que o divino Médico nos conserve os serviços efetuados por muito tempo, abençoando-nos os bons propósitos de semear o bem e a luz através das bênçãos do serviço.

9 Registro, com satisfação, os seus conceitos com referência ao fenômeno da materialização. Suas ilações se aproximam da realidade tanto quanto é possível ao espírito ainda detido nas tarefas da esfera física e na primeira oportunidade comentarei com você o assunto, na medida de minhas possibilidades técnicas de elucidação. 10 Tais estudos se caracterizarão no mundo vulgar com progressividade morosa, porque envolvem muitas relações com a física nuclear, agora em moda, em cujos trabalhos iniciais o homem se confiará ainda a longas provas de destruição. Não convém colocar conhecimentos tão profundos e de alcance tão transcendente em mãos conduzidas pela dominação pura e simples. 11 A desintegração do urânio e os recentes estudos com o hidrogênio são matérias insignificantes quando confrontadas com o jogo fenomênico da materialização e desmaterialização em alicerces biológicos da própria existência humana. Aguardemos o tempo. 12 Nossa fase na atualidade é de amanho do solo, de sementeira, de preparação. O arado da ideia e da palavra ferirá repetidas vezes o seio da terra viva das almas, até que maior número de inteligências se consagrem à sublimação. 13 Nesse passo, Jesus é realmente o caminho. Não haverá elevação, iluminação e aperfeiçoamento do material psíquico e mental da alma encarnada sem ele. Continuemos, de Evangelho no coração, na cabeça e nas mãos. O serviço é longo e o dia do despertamento humano para a lavoura divina está apenas amanhecendo. O serviço e o aprendizado representam nossa cartilha, nosso remédio e nosso refúgio.

14 Modificando a tonalidade vibratória desta carta, continuo pedindo a vocês a colaboração da prece a benefício dos nossos ausentes do Rio. Venho cooperando, quanto me é possível, mas vocês sabem hoje que o valor do pensamento de auxílio na oração é força determinativa. Que Jesus nos abençoe.

15 O receitista deixou um recado para o tratamento de Maria, que será entregue.

Rendamos graças ao Senhor, pela oportunidade de renovação que nos foi concedida e esperando que a luz, a alegria, o bom-ânimo e a tranquilidade reinem sempre conosco abraça-os muito afetuosamente o papai reconhecido que não os esquece,


A. .Joviano


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir