Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Colheita do bem — Mensagens familiares do Prof. Arthur Joviano (Neio Lúcio) e outros


102


Ao nos reunirmos em outro lar

14/11/1951


1 Meus queridos filhos, Deus abençoe a vocês todos, conferindo-lhes muita paz e alegria aos corações.

Sentimo-nos felizes com a circunstância de nos reunirmos hoje, excepcionalmente, em outro lar, em cuja intimidade podemos entrelaçar sentimentos e pensamentos na mesma comunhão e na mesma confiança de sempre.

2 De nossa parte, rejubilamo-nos igualmente com a restauração física de quem, pela amizade, no tempo e no espaço, se fez para nós todos uma companhia do coração. A saúde é das maiores bênçãos que possamos desfrutar no campo da vida. Enxada milagrosa, com o seu concurso podemos cavar o solo das oportunidades, criando novos rumos de ascensão para os nossos destinos. Louvemos ao Senhor pelo equilíbrio de que nos sentimos aquinhoados. Com a harmonia do vaso, a planta pode crescer, estendendo ramos fartos para o mundo e subindo na direção do Céu.

3 Agradeçamos e trabalhemos. De todas as expressões de luta e esforço com que podemos assinalar a nossa jornada, o serviço é a mais alta demonstração de nosso concurso na obra divina, da qual, se somos eternos usufrutuários, devemos também ser os dedicados e atentos cooperadores.

4 Meu caro Rômulo, felizmente você e Maria realizaram excelente viagem e por dois terços do tempo em que vocês estiveram ausentes de casa tive a alegria de acompanhá-los pessoalmente. Para mim, foi realmente um prazer o “reavivamento” de velhas impressões que me afloraram a tela da memória com vigorosos impulsos, notadamente no setor de Olinda, onde hoje a cristalização religiosa apagou a antiga beleza e arrefeceu a movimentação dos valores espirituais que, em outra época, nos falavam profundamente à inteligência e à sensibilidade. Mais tarde vocês dois conhecerão o teor de minhas palavras em mais amplo sentido. A volta ao passado, mesmo aqui, onde me encontro, deve ser gradual, de modo a evitarmos a violência sempre ruinosa e sempre inútil. Creiam vocês, porém, que ali, naquelas regiões, ainda orladas pela floresta virgem, alimentamos pela primeira vez o nosso sonho de colaborar na edificação deste novo lar de nossos Espíritos, companheiros de muitas viagens na Terra. Ali tivemos as primeiras visões do Evangelho em nossa alma renovada, porque dantes o Evangelho nos visitava sem que o visitássemos.

5 Tudo me comoveu na excursão, principalmente o reencontro direto com o elemento indígena, que nos deixa ver quanto serviço nos cabe desempenhar ainda, a fim de que os nossos fins sejam atingidos. Um olhar retrospectivo no pretérito nos descerra velhos panoramas de luta, que mal iniciamos em benefício da pátria gigante e generosa, da qual somos hoje células felizes. Mais tarde, permutaremos impressões sobre esse assunto.

6 Agora, meu filho, tratemos de sua tranquilidade, neste crepúsculo agitado do 1951, repleto de trabalhos e problemas inquietantes. Reconheço as suas dificuldades nos setores administrativos à frente de forças dirigentes menos inclinadas ao entendimento justo. Não nos desanimemos, contudo, guardando a certeza de que o divino Semeador é o dono da gleba em que evoluímos, aprendemos, amamos e aperfeiçoamos. 7 Creio que devemos considerar a hora presente, na esfera de nossas atividades públicas, como sendo tempestuosa fase nas linhas da natureza. Sopra, de rijo, a ventania da incompreensão e caem granizos destruidores em todas as direções. Refugiemo-nos, porém, no santuário de nossas convicções mais elevadas e com a esperança em melhores dias trabalhemos e contribuamos invariavelmente com o bem comum. A nuvem passa e o céu fica. As pedras pedem lugar a plantas úteis e, com o tempo, o lixo se converte em adubo valioso. Aprendamos com a natureza e adotemos a serenidade com a diligência por nossas diretrizes nas lides de cada dia.

8 Em sua próxima visita à “mesa redonda” do centro de ação funcional a que você se ajusta, convém observar muito, propor o necessário, opinar pouco e comentar sempre menos. Atravessamos, no Brasil, um período de muitos desequilíbrios políticos pela inoculação de perigosos venenos ideológicos na corrente de nossos princípios diretivos. Há muitas raposas sob a pele dos leões e mais vale esperar por lutas nobres e leais que nos arrojarmos à arena das competições e das discussões com expoentes da astúcia e da insinceridade.

9 Espero que você seja muito bem inspirado, como sempre, em seus programas de ação. Estarei ao seu lado e não descansaremos. De qualquer modo, meu filho, preserve a sua paz. A harmonia com a nossa consciência de trabalhadores cristãos vale mais que qualquer conquista fora de nossa própria paz interior, sem bases na segurança de nossa conduta, no desdobramento da qual devemos, acima de tudo, conservar a fidelidade a nós mesmos.

10 Seguirei também a nossa Wanda em suas aspirações funcionais e formulo votos para que o seu ânimo juvenil se coloque na vanguarda dos candidatos inscritos à mais elevada esfera de serviço em suas funções. A existência em si mesma é a mais precisa de todas as provas de habilitação. Dentro dela, temos variados concursos e espero que a minha neta seja plenamente coroada de êxito em seus desejos mais do que justos.

11 Estamos muito satisfeitos com a vinda dos nossos caros amigos General Aurélio e irmã Júlia, augurando-lhes feliz permanência na montanha, com renovadas bênçãos para a saúde e para a tranquilidade de ambos. Através da assistência magnética poderão receber muitíssimo e contamos com as bênçãos dos nossos maiores em benefício das nossas necessidades de ordem geral.

12 O nosso receitista é de opinião que a nossa prezada Maria, por três noites consecutivas, tome uma chávena do chá das folhas de laranjeira comum com dez gotas de Allium Sativum. Esse tratamento antigripal pode agora ser feito com mais êxito depois da aplicação inicial da homeopatia em uso.

13 Esperamos que vocês todos estejam muito fortes e bem dispostos em nossos trabalhos habituais. E confiando em vocês como sempre, estendo os nossos pensamentos afetuosos em prece ao General Aurélio e ao Roberto, a fim de que permaneçam conosco em nossa corrente de orações, deixando-lhes, com muito carinho e com muito afeto, o meu grande abraço de papai muito amigo de sempre, de vovô muito saudoso e de amigo constantemente ao lado de todos,


A. .Joviano


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir