Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Cartas do Coração — Autores diversos — 1ª Parte


35


Espiritismo e trabalho

Comunicação dirigida ao C. E. “Aliança do Divino Pastor”


1 Meus amigos, muita paz.

2 Devotados obreiros da seara de Jesus cooperam convosco no agrupamento em que vos reunis para a fraternidade e para o bem. Não precisamos traçar diretrizes novas para os discípulos que se encontram na posse do roteiro divino, consubstanciado no Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo. 3 Não vos esqueçais, contudo, de que Espiritismo com o Mestre dos Mestres é trabalho incessante de aprimoramento do aprendiz a fim de que a luz do Alto se lhes fixe na ação comum, convertendo-os em pregoeiros vivos das verdades novas que a Doutrina Consoladora nos descerra em favor do mundo regenerado e feliz.

4 Transformemos nossas experiências de cada dia em atos de serviço aos nossos semelhantes.

5 Dando, receberemos.

6 Ajudando, seremos auxiliados.

7 Iluminando, afastar-nos-emos das sombras.

8 Trabalhando no bem, o bem nos aperfeiçoa.

9 Esperando em Jesus, Jesus esperará igualmente em nós.

10 Confiando, seremos dignos de confiança. Buscando a Espiritualidade Superior, tornar-nos-emos cooperadores procurados pelos mensageiros da Bondade Celestial.

11 Abençoando, conheceremos a felicidade das bênçãos do Alto.

12 Amando, com o Cristo, converteremos a vida em fonte de amor santificante.

13 E, sobretudo, satisfazendo à Vontade do Senhor, o Senhor concretizará nossas aspirações e esperanças, consagrando-nos o ideal de seguir-lhe os passos até à Ressurreição Luminosa.

14 Vós mesmos trazeis ao vosso coração o pensamento simbólico da orientação que no conduzirá aos cimos da vida. 15 Sois a família espiritual que elegeu por supremo dirigente o Pastor Divino. Sejamos, pois, ovelhas submissas e operosas, inspiradas, na marcha, em seus exemplos, e sigamos, com o Mestre Amoroso e Sublime, para diante.


.Emmanuel


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir