Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Antologia dos Imortais — Autores diversos — 1ª Parte


19

Costa Carvalho


REDENÇÃO

  1 Acusado sem culpa ante a calúnia infrene,

  Explico-me a chorar, no entanto é assim que eu morro…

  “Deus! Ampara-me, ó Deus!” — exoro por socorro, n

  Sem que a força do Céu me responda ou me acene.


  2 N’alma, remorso algum… Nada que me condene… n

  Nas raias da agonia, em pranto jorro a jorro,

  A bênção da oração é o teto a que recorro,

  A render-me, sem mágoa, ao minuto solene.


  3 Mas quando o corpo tomba exânime, cansado,

  Vejo-me, austero algoz, a rugir no passado,

  Em vômitos de lama e cólera assassina…


  4 O lobo então que eu fora, o suplício desterra!

  Glória à reencarnação! Glória às dores da Terra,

  Em que se cumpre a Lei da Justiça Divina!…


Antero COSTA CARVALHO — Farmacêutico, orador, jornalista e poeta, viveu durante muitos anos na cidade de Campo Grande, Mato Grosso, transferindo-se, mais tarde, para Catalão, onde exerceu diversos cargos, inclusive o de substituto no Cartório de Registro Civil. Colaborou em vários jornais da época, tendo sido um dos fundadores de O Esporte, folha catalana. “De esmerada educação e muito caridoso” — di-lo Coelho Vaz em Vultos Catalanos, pág. 93 —, foi, entretanto, barbaramente trucidado na via pública, acusado de um crime por ele não cometido. (Jataí, Goiás, 22 de Julho de 1904 — Catalão, Goiás, 16 de Agosto de 1937.)

BIBLIOGRAFIA: Meu Nirvana; Retalhos, inédito.



[1] Mesarquia: “Deus! Ampara-me, ó Deus!” —“Nome dado à FIGURA que resulta quando a mesma palavra é repetida no começo e no meio do VERSO ou período;…” (Geir Campos, Op. cit.)

[2] Aposiopese — “Espécie de FIGURA definida por Marouzeau como “interrupção da frase por um silêncio brusco, feito para traduzir uma inesperada hesitação ou emoção da pessoa que fala”, …” (Geir Campos, Op. cit.)


(Psicografia de Francisco C. Xavier)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir