Bíblia do CaminhoTestamento Kardequiano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Revista espírita — Ano V — Setembro de 1862

(Édition Française)

POESIAS ESPÍRITAS


O anjo-da-guarda

(Sociedade Espírita Africana – Médium: Srta. O…)

Pobres homens, num mundo em convulsão,

Com oração secai os prantos,

E não temais ruja o trovão,

Perto de vós há os anjos santos.

Deus é tão bom. Deus vosso Pai,

A todos vós sempre quis dar

Um pequeno anjo que não cai

No esforço de vos proteger.

Escutai nossa voz amiga.

Oh! Ver-vos cheios de alegria;

E após a dor que vos fustiga

Ao céu levar-vos com valia!

Pudésseis vós sorrir nos ver

Da vossa infância nos primeiros passos,

Vossos olhos, mortais, nos nossos olhos ler

Podiam nossa dor ao ver-vos nos maus laços!

Mas escutai: Vos temos que ensinar

O segredo, no bem, de vossa integração,

Que a vós também, há de chegar

Serdes, um dia, anjo guardião.

Sim, quando terminar a vossa prova

Deus vos receberá o Espírito esmerado,

E vos enviará, na Terra, a uma alma nova,

Um belo nascituro a quem sereis levado.

Amai-o bem e que vossa assistência,

O pobrezinho tenha cada dia

De seu anjo guardião maternal companhia;

Por vossa vez, guiai com paciência

Vosso pupilo e irmão à dos céus moradia.


Ass. .Dulcis


Observação – Este trecho e um outro, de certa extensão e não menos notável, intitulado: A Criança e o Ateu, que incluiremos no próximo número, foram publicados no Echo de Sétif W (Argélia), de 31 de julho de 1862, precedidos da seguinte nota:

“Um dos nossos assinantes enviou-nos as duas poesias que se seguem, recebidas por um médium de Constantina, W nos primeiros dias deste mês. Mesmo não os considerando isentos de crítica, do ponto de vista das regras de versificação, nós os reproduzimos porque explicam, pelo menos em parte, a Doutrina Espírita, que tende a se espalhar cada vez mais por toda a superfície do globo.”

Esse médium parece ter a especialidade da poesia. Já recebeu grande número de versos, que escreve com incrível facilidade, sem nenhuma rasura, embora não tenha noção das regras da versificação. Vimos um dos membros da Sociedade de Constantina, em presença do qual foram escritos.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir