Bíblia do Caminho Testamento Kardequiano

O que é o Espiritismo

(Segunda versão) n
(Édition Française)

Capítulo II


RESUMO DA DOUTRINA ESPÍRITA

Preliminares. — Deus. (1-3) — Os Espíritos. (4-9) — Manifestações dos Espíritos. (10-17) — Progressão dos Espíritos. (18-24) — Os mundos. (25-29) — O homem. (30-36) — Faculdades do homem. (37-43) — Emancipação da alma. (44-46) — Destino do homem. (47-57) — Retorno à vida corporal. (58-65) — Influência dos Espíritos. (66-76) — O bem e o mal. (77-81) — A prece. (82-85) — Consequências morais do Espiritismo.


O HOMEM


30 — Deus deu ao homem uma alma inteligente, capaz de conhecê-lo e compreender o bem e o mal.


31 — Nossa alma é um dos Espíritos criados fora da matéria inerte, e que se uniu ao nosso corpo pela vontade de Deus. Este Espírito preexistia à formação do corpo ao qual uniu-se no momento do nascimento; pela morte, retorna ao mundo dos Espíritos de onde havia saído. Realiza assim, durante a vida humana, uma das fases da sua existência.


32 — Há no homem três coisas: a alma ou Espírito encarnado; o corpo ou invólucro material perecível; o perispírito ou invólucro semimaterial imperecível que une o Espírito ao corpo.


33 — A vida do corpo é mantida pela harmonia dos órgãos; cessa quando esta harmonia deixa de existir. A vida do Espírito é eterna.


34 — A morte não traz senão a destruição do invólucro corporal. O Espírito, despojado deste envoltório, conserva seu invólucro semimaterial.


35 — Os Espíritos encarnados constituem a espécie humana; despojados do seu envoltório corporal, constituem o mundo dos Espíritos.


36 — A alma tinha a sua individualidade antes da sua união com o corpo; conserva-a após a morte, com a lembrança do seu passado.



[1] Nesta segunda versão deste livro, publicado em 1860, o autor apresenta O que é o Espiritismo sob um novo ponto de vista.


.

Abrir