Bíblia do Caminho Testamento Kardequiano

A Gênese.

(Édition Française)

AS PREDIÇÕES SEGUNDO O ESPIRITISMO.

Capítulo XVII.


PREDIÇÕES DO EVANGELHO.

     Ninguém é profeta em sua terra. (1, 2.) — Morte e paixão de Jesus. (3-9.) — Perseguição aos apóstolos. (10-13.) — Cidades impenitentes. (14.) — Ruína do Templo e de Jerusalém. (15-21.) — Maldição aos fariseus. (22, 23.) — Minhas palavras não passarão. (24-26.) — A pedra angular. (27, 28.) — Parábola dos vinhateiros homicidas. (29, 30.) — Um só rebanho e um só pastor. (31, 32.) — Advento de Elias. (33, 34.) — Anúncio do Consolador. (35-42.) — Segundo advento do Cristo. (43-46.) — Sinais precursores. (47-58.) — Vossos filhos e vossas filhas profetizarão. (59-61.) — Juízo final. (62-67.)


VOSSOS FILHOS E VOSSAS FILHAS PROFETIZARÃO.

59. — Nos últimos tempos, diz o Senhor, espalharei do meu espírito por sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão; vossos jovens terão visões e vossos velhos terão sonhos. Nesses dias, espalharei do meu espírito sobre os meus servidores e servidoras e eles profetizarão. (Atos, capítulo II, vv. 17 e 18; Joel, capítulo II, vv. 28 e 29.)


60. — Se considerarmos o estado atual do mundo físico e do mundo moral, as tendências, aspirações e pressentimentos das massas, a decadência das ideias antigas que em vão se debatem há um século contra as ideias novas, não poderemos duvidar de que uma nova ordem de coisas se prepara e que o mundo velho chega a seu termo.

2 Se, agora, levando em conta a forma alegórica de alguns quadros e perscrutando o sentido profundo das palavras de Jesus, compararmos a situação atual com os tempos por ele descritos, como assinaladores da era da renovação, não poderemos deixar de convir em que muitas das suas predições se estão presentemente realizando; 3 donde a conclusão de que atingimos os tempos anunciados, o que confirmam, em todos os pontos do globo, os Espíritos que se manifestam.


61. — Como vimos (Cap. I, n.° 32), coincidindo com outras circunstâncias, o advento do Espiritismo realiza uma das mais importantes predições de Jesus, pela influência que ele forçosamente tem de exercer sobre as ideias. 2 Ele se encontra, além disso, anunciado nos Atos dos Apóstolos:  ( † ) “Nos últimos tempos, diz o Senhor, derramarei do meu Espírito sobre toda carne; vossos filhos e filhas profetizarão.”

3 É a predição inequívoca da vulgarização da mediunidade, que presentemente se revela em indivíduos de todas as idades, de ambos os sexos e de todas as condições; a predição, por conseguinte, da manifestação universal dos Espíritos, pois que sem os Espíritos não haveria médiuns. 4 Isso, conforme está dito, acontecerá nos últimos tempos; ora, visto que não chegamos ao fim do mundo, mas, ao contrário, à época da sua regeneração, devemos entender aquelas palavras como indicativas dos últimos tempos do mundo moral que chega a seu termo. (O Evangelho segundo o Espiritismo, capítulo XXI.)


.

Abrir