Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Salmos — Livro I    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 4

(Versículos e sumário)

4 (Para o fim entre os cânticos.  n Salmo de David.) Quando eu invocava, me ouviu o Deus da minha justiça; na angústia me alargaste. Tem compaixão de mim, e ouve a minha oração.

2 Filhos dos homens, até quando sereis de pesado coração? Porque amais a vaidade, e buscais a mentira?

3 Sabei pois que o Senhor tem feito maravilhoso ao seu santo; o Senhor me ouvirá quando eu clamar a ele.

4 Irai-vos, e não queirais pecar; do que dizeis nos vossos corações, compungi-vos nos vossos leitos.

5 Sacrificai sacrifícios de justiça, e esperai no Senhor. Muitos dizem: Quem nos patenteará os bens?

6 Gravado está, Senhor, sobre nós o lume do teu rosto. Deste alegria no meu coração.

7 Pelo produto do seu trigo, vinho e azeite se multiplicaram.

8 Em paz dormirei nele mesmo, e repousarei; porque tu, Senhor, de uma maneira singular, me tens firmado na esperança.



[1] Este salmo na Bíblia do Padre Antônio Pereira de Figueiredo, tanto em latim como em português, possui 10 versículos; todavia, para se conformar com a numeração de versões atuais da Bíblia a introdução que ocupava todo o 1º versículo foi colocada entre parênteses e os últimos dois versículos foram unificados.

Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir