Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Provérbios    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 22

(Versículos e sumário)

22 Mais vale o bom nome do que muitas riquezas; a amizade é mais estimável do que a prata e o ouro.

2 O rico e o pobre se encontraram; d’um e d’outro é criador o Senhor.

3 O homem sagaz viu o mal, e furtou-se a ele; o imprudente passou adiante, e recebeu o dano.

4 O fim da modéstia é o tema do Senhor, as riquezas, e a glória, e a vida.

5 As armas e as espadas acham-se no caminho do perverso; aquele porém que guarda a sua alma, retira-se longe delas.

6 É provérbio: O homem segundo o caminho que tomou sendo mancebo, dele se não apartará, ainda quando for velho.

7 O rico manda aos pobres. E o que toma emprestado, servo é do que lhe empresta.

8 Aquele que semeia a iniquidade, segará males e será ferido pela vara da sua ira.

9 Aquele que é propenso a fazer misericórdia, será abençoado porque deu dos seus pães ao pobre. Aquele que faz presentes alcançará vitória e honra; mas ele rouba a alma dos que os recebem.

10 Lança fora o mofador, e com ele se irá a disputa, e cessarão as querelas e as contumélias.

11 Aquele que ama a candura do coração, terá por amigo ao rei por causa da sincera graça dos seus lábios.

12 Os olhos do Senhor guardam a ciência; mas as palavras do iníquo são postas por terra.

13 O preguiçoso diz: O leão está lá fora, serei morto no meio das ruas.

14 A boca da mulher alheia é uma cova profunda; aquele contra quem o Senhor está irado, cairá nela.

15 A loucura está atada ao coração do menino, e a vara da disciplina a afugentará.

16 Aquele que calunia ao pobre para acrescentar as suas riquezas, ele mesmo dará a outro mais rico, e virá a ser necessitado.

17 Inclina o teu ouvido, e ouve as palavras da sabedoria; e aplica o teu coração à minha doutrina;

18 A qual terás tu por formosa, quando a guardares dentro do teu ventre e ela transbordará nos teus lábios;

19 Para que ponhas no Senhor a tua confiança, por cuja causa também eu ta mostrarei hoje.

20 eis aqui estou eu mesmo que ta descrevi em três maneiras, com pensamentos e com ciência;

21 Para te mostrar a firmeza, e as expressões da verdade, a fim de responderes com estas coisas àqueles que te enviaram.

22 Não faças violência ao pobre, porque é pobre, nem oprimas em juízo ao que não tem nada;

23 Porque o Senhor há de julgar a sua causa, e há de traspassar aos que traspassaram a sua alma.

24 Não queiras ser amigo do homem iracundo, nem andes com o homem furioso;

25 Por não suceder que aprendas as suas veredas e dês à tua alma algum motivo de cair.

26 Não te ires com aqueles que se obrigam apertando as mãos, e que se oferecem por fiadores para responderem pelas dívidas de outrem;

27 Porque se tu não tens com que pagar, que razão há para alguém te tire a coberta da tua cama?

28 Não passes além dos antigos limites, que puseram teus pais.

29 Viste a um homem, que faz as suas obras com velocidade? Este terá cabimento com os reis, e não ficará no andar da plebe.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt.


.

Abrir