Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Provérbios    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 21

(Versículos e sumário)

21 Assim como se fazem os repartimentos das águas, assim o coração do rei se acha na mão do Senhor; Ele o inclinará para qualquer parte que quiser.

2 Todo o caminho do homem lhe parece a ele direito; mas o Senhor pesa os corações.

3 Fazer misericórdia e justiça é mais agradável ao Senhor do que as vítimas [oferecidas em holocausto].

4 A soberba do coração faz altivos os olhos; a candeia dos ímpios é o pecado.

5 Os pensamentos do homem robusto produzem sempre abundância; mas todo o preguiçoso está sempre em pobreza.

6 Aquele que ajunta tesouros com uma língua de mentira, é vão em juízo, e dará consigo nos laços da morte.

7 As rapinas dos ímpios levá-los-ão à sua ruína, porque não quiseram obrar segundo a justiça.

8 O caminho perverso do homem é um caminho estranho; mas quando o homem é puro, são retas as suas obras.

9 Melhor é estar assentado a um canto do terraço, do que habitar com uma mulher litigiosa, e numa casa comum.

10 A alma do ímpio deseja o mal, não se compadecerá do seu próximo.

11 Quando o homem pestilento for castigado, o simples ficará daí mais sábio; e se ele aderir ao homem sábio, adquirirá a ciência.

12 O justo considera com aplicação a casa do ímpio, para retrair os ímpios do mal.

13 Aquele que tapa os seus ouvidos ao clamor do pobre, esse mesmo também clamará, e não será ouvido.

14 O presente secreto extingue as iras; e a dádiva que se mete no seio de outrem, a maior indignação.

15 O justo acha a sua alegria na prática da justiça; mas os que cometem a iniquidade estão em pavor.

16 O homem, que se extraviar do caminho da doutrina, terá por morada a assembleia dos gigantes.

17 Aquele que ama os banquetes; viverá na indigência; o que ama o vinho, e a mesa esplendida, não enriquecerá.

18 O ímpio é entregue em lugar do justo. E o iníquo em lugar dos retos.

19 Melhor é habitar numa terra erma, do que com uma mulher rixosa e iracunda.

20 Na casa do justo há um tesouro apetecível, e há azeite; mas o homem imprudente dissipará tudo.

21 Aquele que exercita a justiça e a misericórdia, achará vida, justiça e glória.

22 O sábio fez-se senhor da cidade dos valentes e destruiu a força em que ela confiava.

23 Aquele que guarda a sua boca, e a sua língua, guarda a sua alma de grandes apertos.

24 O soberbo, e o presumido é chamado ignorante, porque, estando irado, faz ações insolentes.

25 Os desejos matam ao preguiçoso; porque as suas mãos não quiseram fazer nada.

26 Ele passa todo o dia a cobiçar, e a desejar; mas o que é justo, dará e não cessará.

27 As vítimas dos ímpios são abomináveis, porque o que oferecem é dos seus crimes.

28 A testemunha mentirosa perecerá; o homem obediente cantará a vitória.

29 O homem ímpio mostra no seu rosto uma segurança desavergonhada; mas o que é reto, emenda o seu caminho.

30 Não há sabedoria, não há prudência, não há conselho contra o Senhor.

31 O cavalo prepara-se para o dia da batalha; mas o Senhor é o que dá a vitória.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir