Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Números    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 31

(Versículos e sumário)

31 Depois falou o Senhor a Moisés dizendo:

2 Vinga primeiro os filhos de Israel dos Madianitas, e depois irás unir-te ao teu povo.

3 E logo disse Moisés: Armem-se para dar batalha alguns dentre vós, que possam executar a vingança do Senhor sobre os Madianitas;

4 Escolham-se mil homens de cada tribo de Israel para serem mandados à guerra.

5 Deram eles pois mil soldados de cada tribo, isto é, doze mil homens prestes para combater,

6 Os quais Moisés enviou com Fineas filho do sacerdote Eleazar, e lhe entregou os vasos santos, e as trombetas para tocar.

7 E tendo pelejado contra os Madianitas, e vencendo-os; passaram à espada todos os machos,

8 Aos seus reis Evi, Recem, Sur, Hur, e Rebe, cinco príncipes daquela nação; mataram também com a espada a Balaão filho de Beor.

9 E tomaram-lhes as suas mulheres; e os seus filhinhos, e todos os seus gados, e toda a sua mobília; saquearam tudo quanto puderam alcançar;

10 Queimaram tanto as cidades como as aldeias e castelos.

11 E levaram a presa, e tudo o que tinham tomado, tanto de homens como de animais,

12 E o apresentaram a Moisés, e ao sacerdote Eleazar, e a toda a multidão dos filhos de Israel; e o resto dos despojos levaram-no ao arraial nas planícies de Moab junto ao Jordão defronte de Jericó.

13 E saíram a recebe-los fora do arraial Moisés, e o sacerdote Eleazar, e todos os príncipes da sinagoga.

14 E Moisés irado contra os príncipes do exército, contra os tribunos e centuriões que tinham vindo da batalha,

15 Disse: Porque reservastes vós as mulheres?

16 Não são elas as que seduziram os filhos de Israel por conselho de Balaão, e as que vos fizeram violar a lei do Senhor pelo pecado de Fogor, pelo qual foi castigado o povo?

17 Matai pois todos os machos, ainda os que são crianças; e degolai as mulheres, que tiveram comércio com homens;

18 Mas reservai para vós as meninas e todas as donzelas;

19 E deixai-vos ficar fora do campo sete dias. O que tiver morto homem, ou tocado em morto, purificar-se-á no dia terceiro e no sétimo.

20 Purificar-se-á também da presa tudo o que for vestido, ou vaso, ou outra qualquer cousa que possa ter uso, ou ela seja de peles ou de pêlos de cabras, ou de pau.

21 O sacerdote Eleazar também falou nestes termos à gente de guerra; que tinha pelejado: Este é o preceito da lei, que o Senhor deu a Moisés:

22 O ouro, a prata, o cobre, o ferro, o chumbo, o estanho,

23 E tudo o que pode passar pelas chamas será purificado no fogo; porém tudo o que não pode sofrer o fogo, será santificado pela água da expiação;

24 E lavareis os vossos vestidos no dia sétimo, e depois de purificados, tornareis para o campo.

25 Outrossim disse o Senhor a Moisés:

26 Fazei o inventário de tudo o que foi tomado, desde os homens até os animais, tu e o sacerdote Eleazar e os príncipes do povo:

27 E repartirás a presa igualmente entre os que pelejaram, e saíram à batalha, e entre todo o resto da multidão;

28 E daqueles que pelejaram e se acharam na batalha, separarás uma parte para o Senhor, de cada quinhentos uma cabeça assim de homens, como de bois, asnos e ovelhas,

29 E a darás ao sacerdote Eleazar, porque são as primícias do Senhor.

30 E da outra metade da presa; que pertence aos filhos de Israel, de cada cinquenta homens, ou bois, ou asnos, ou ovelhas, ou outros quaisquer animais, tomarás um, e o darás aos levitas, que velam em guarda do tabernáculo do Senhor.

31 E Moisés e Eleazar fizeram como o Senhor tinha mandado.

32 E foi a presa que o exército tinha tomado, de seiscentas e setenta e cinco mil ovelhas,

33 De setenta e dois mil bois,

34 De sessenta e um mil asnos;

35 E de trinta e duas mil pessoas do sexo feminino, que se conservavam virgens.

36 E deu-se metade aos que se tinham achado no combate, de ovelhas trezentas e trinta e sete mil e quinhentas,

37 Das quais se reservou por quinhão do Senhor seiscentas e setenta e cinco ovelhas.

38 E dos trinta e seis mil bois, se reservaram setenta e dois bois;

39 Dos trinta mil e quinhentos asnos, sessenta e um asnos;

40 Das dezesseis mil pessoas, foram reservadas trinta e duas por quinhão do Senhor.

41 E Moisés entregou ao sacerdote Eleazar a conta das primícias do Senhor, como se lhe tinha mandado,

42 Daquela metade dos filhos de Israel, que ele tinha separado para os que se acharam no combate.

43 E da outra metade, que tocou ao resto da multidão, isto é, das trezentas e trinta e sete mil e quinhentas ovelhas,

44 E dos trinta e seis mil bois,

45 E dos trinta mil e quinhentos asnos,

46 E das dezesseis mil pessoas,

47 Tirou Moisés uma cabeça por cada cinquenta, e deu-a aos levitas, que velavam em guarda do tabernáculo do Senhor, como o Senhor o tinha ordenado.

48 Então chegando-se a Moisés os príncipes do exército, e os tribunos, e os centuriões, lhe disseram:

49 Nós, teus servos, fizemos a resenha de todos os soldados, que comandávamos, e nem um faltou.

50 Por esta causa cada um de nós oferece por donativo ao Senhor todo o ouro que no esbulho pudemos achar, ligas de pernas, braceletes, anéis, manilhas, e colares, para que rogues por nós ao Senhor.

51 Moisés pois, e o sacerdote Eleazar receberam todo o ouro em diversas espécies,

52 Peso de dezesseis mil e setecentos e cinquenta siclos, dos tribunos e centuriões.

53 Porque, o que cada um tinha tomado na presa, era seu.

54 E tudo o recebido meteram no tabernáculo do testemunho, para monumento dos filhos de Israel diante do Senhor.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir