Antigo Testamento | Jeremias - Capítulo 38

Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Jeremias    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 38

(Versículos e sumário)

38 E ouviu Safacias, filho de Mathan, e Gedelias, filho de Fassur, e Jucal, filho de Selemias, e Fassur, filho de Melquias, as palavras que Jeremias falava a todo o povo dizendo:

2 Isto diz o Senhor: Todo aquele que ficar nesta cidade, morrerá à espada, e de fome e de peste; mas o que passar aos caldeus, viverá, e ficará salva a sua alma e com vida.

3 Isto diz o Senhor: Certamente será entregue esta cidade na mão do exército do rei de Babilônia, e ele a tomará.

4 E disseram os príncipes ao rei: Suplicamos-te que mandes matar este homem; porque de propósito enerva as forças aos homens de guerra, que ficaram nesta cidade, e as mãos de todo o povo, falando-lhes conforme estas palavras; porquanto este homem não busca a paz para este povo senão o mal.

5 E disse o rei Sedecias: Ei-lo aí está nas vossas mãos; pois não é justo que o rei vos negue coisa alguma.

6 Tomaram pois a Jeremias, e o lançaram no calabouço de Melquias, filho de Amelec, que estava no vestíbulo do cárcere; e desceram a Jeremias com cordas ao lago onde não havia água, senão lodo; e assim se atolou Jeremias no lodo.

7 E ouviu Abdemelec, homem etíope eunuco, que estava na casa do rei, que haviam metido a Jeremias no lago. O rei ao mesmo tempo estava assentado à porta de Benjamim.

8 E saiu Abdemelec da casa do rei, e falou ao rei, dizendo:

9 Rei meu senhor, estes homens obraram mal em tudo quanto fizeram contra o profeta Jeremias, metendo-o no lago, para que ali morra de fome, porque já não há mais pão na cidade.

10 Mandou pois o rei ao etíope Abdemelec, dizendo: Toma daqui contigo trinta homens, e tira do lago ao profeta Jeremias antes que morra.

11 Assim Abdemelec tomando consigo os homens, entrou no quarto do rei, que estava debaixo do guarda-roupa; e tomou dali uns panos velhos, e roupas antigas, que tinham apodrecido, e por umas cordas os deitou abaixo no lago a Jeremias.

12 E o etíope Abdemelec disse a Jeremias: Mete esses pedaços de pano velho, e esses andrajos rasgados e pobres debaixo dos teus sovacos, entre os braços e as cordas. E Jeremias o fez assim.

13 E tiraram a Jeremias com as tais cordas, e o extraíram do lago. E ficou Jeremias no vestíbulo do cárcere.

14 E enviou o rei Sedecias, e fez trazer a si ao profeta Jeremias à terceira porta, que estava na casa do Senhor; e disse o rei a Jeremias: Eu tenho uma coisa que te perguntar, não me encubras nada.

15 E disse Jeremias a Sedecias: Se eu ta anunciar, acaso tu me matarás? E se eu te der um conselho, não me ouvirás?

16 Jurou pois o rei Sedecias a Jeremias em segredo, dizendo: Viva o Senhor, que nos fez esta alma, que não te matarei, nem te entregarei nas mãos desses homens, que buscam a tua vida.

17 E disse Jeremias a Sedecias: Isto diz o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel: Se saindo fores aos príncipes do rei de Babilônia, viverá a tua alma, não arderá em fogo esta cidade; e serás salvo tu, e a tua casa.

18 Mas se tu não saíres aos príncipes do rei de Babilônia, será entregue esta cidade nas mãos dos Caldeus, e a farão arder no fogo; e tu não escaparás da mão deles.

19 E disse o rei Sedecias a Jeremias: Receio-me dos judeus, que se passaram aos Caldeus; não suceda que eu seja entregue nas mãos deles, e me tratem indignamente.

20 E respondeu Jeremias: Não te entregarão. Rogo-te que ouças a voz do Senhor, que eu te anuncio, e será bem para ti, e viverá a tua alma.

21 Mas se não quiseres sair esta é a palavra que me mostrou o Senhor;

22 Eis-aí todas as mulheres, que ficaram na casa do rei de Judá, serão conduzidas aos príncipes do rei de Babilônia; e elas dirão: Enganaram-te, e puderam mais do que tu os homens da tua paz, atolaram-te no lamaçal, e meteram os teus pés no escorregadouro, e se apartaram de ti;

23 E todas as tuas mulheres, e teus filhos serão levados aos Caldeus; e não escaparás das suas mãos, senão por mão do rei de Babilônia serás preso; e ele fará arder em fogo esta cidade.

24 Disse pois Sedecias a Jeremias: Ninguém saiba estas palavras, e não morrerás.

25 E se ouvirem os príncipes que tenho falado contigo, e vierem a ti, e te disserem: Dize-nos o que falaste com o rei, e não no-lo encubras, e nós te não mataremos; e que falou o rei contigo?

26 Tu lhes dirás: Eu fiz ao rei minhas humildes deprecações, para que me não mandasse novamente levar à casa de Jonathan, para eu ali não morrer.

27 Vieram pois todos os príncipes, a Jeremias, e lhe fizeram as sobreditas perguntas. E ele lhes respondeu conforme a tudo o que o rei lhe havia mandado, e não o inquietaram mais; porque se não havia divulgado nada.

28 Mas Jeremias permaneceu no vestíbulo do cárcere até o dia em que foi tomada Jerusalém. E de fato foi tomada Jerusalém.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir