Antigo Testamento | Jeremias - Capítulo 8

Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Jeremias    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 8

(Versículos e sumário)

8 Naquele tempo, disse o Senhor: Lançarão fora das suas sepulturas os ossos dos reis de Judá, e os ossos dos seus príncipes, e os ossos dos sacerdotes, e os ossos dos profetas, e os ossos daqueles que em Jerusalém têm habitado;

2 E expô-los-ão ao sol, e à lua e a toda a milícia do céu, que eles amaram, e a quem serviram, e após de quem andaram, e a quem buscaram, e adoraram; não serão recolhidos, nem sepultados; ficarão sobre a face da terra como um muladar [esterqueira].

3 E escolherão antes a morte que a vida todos os que ficarem desta ralé depravadíssima em todos os lugares que foram desamparados, onde eu os arrojei, diz o Senhor dos exércitos.

4 E tu lhes dirás a eles: Isto diz o Senhor: Porventura o que cai não se levantará? e o que se desviou não tornará?

5 Pois por que se tem desviado este povo em Jerusalém com uma obstinada apostasia? Tem abraçado a mentira, e não quiseram voltar.

6 Atendi, e escutei; ninguém fala o que é bom, nenhum há que faça penitência do seu pecado, dizendo: Que fiz, eu? todos voltam para onde a sua paixão os leva, como cavalo que corre a toda a brida para o combate.

7 O milhafre [gavião] no céu conheceu a sua estação; a rola e andorinha, e a cegonha observaram a conjuntura da sua arribação; mas o meu povo não conheceu o juízo do Senhor.

8 Como assim dizeis: Sábios somos nós, e a lei do Senhor está conosco? Verdadeiramente o ponteiro mentiroso dos escribas gravou a mentira.

9 Confundidos foram os sábios, aterrados têm sido e presos; porque desprezaram a palavra do Senhor, e nenhum sabedoria há neles.

10 Pelo que darei suas mulheres a estranhos, seus campos a outros herdeiros; porque desde o mais pequeno até ao maior todos seguem a avareza; desde o profeta até ao sacerdote todos forjam a mentira.

11 E curavam as chagas da filha do meu povo, para sua ignomínia, dizendo: Paz, paz! Quando não havia paz.

12 Ficaram confundidos porque cometeram a abominação; ou antes não foram confundidos pela confusão nem souberam que era envergonhar-se; portanto cairão entre os que perecerem, no tempo da sua vingança cairão, diz o Senhor.

13 Eu os congregarei juntos, diz o Senhor: não há uva nas vides, nem há figos na figueira, a folha caiu; e eu lhes dei o que lhes escapou.

14 Por que estamos nós quietos? ajuntai-vos, e entremos na cidade fortificada, e guardemos aí silêncio; porque o Senhor nosso Deus nos fez calar, e nos deu a beber água de fel; porque pecamos contra o Senhor.

15 Esperamos a paz, e este bem não chegava; o tempo da medicina, e eis que só havia temor.

16 O estrépito da cavalaria inimiga se percebeu já desde Dan, à voz dos rinchos dos guerreiros dele estremeceu toda a terra; e vieram e devoraram a terra, e quanto havia nela; a cidade e os seus habitadores.

17 Porque eis vos enviarei eu uns serpentes régulos, contra os quais não podem nada os encantamentos; e vos morderão, diz o Senhor.

18 A minha dor é sobre toda a dor, o meu coração está melancolizado dentro de mim.

19 Eis-aí a voz do clamor da filha do meu povo desde uma terra longínqua. Porventura não está o Senhor em Sião, ou não está o seu rei no meio dela? Por que razão logo me provocaram eles a ira com os seus ídolos, e com estranhas vaidades?

20 O tempo da ceifa é passado, o estio findou-se, e nós não fomos salvos.

21 Quebrantado estou, e entristecido pela dor da filha do meu povo; o espanto se apoderou de mim.

22 Caso não há resina em Galaad? ou não se acha lá médico? Por que razão logo não tem encourado a cicatriz da filha do meu povo?



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir