Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Êxodo    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 17

(Versículos e sumário)

17 Tendo pois partido toda a multidão dos filhos de Israel do deserto Sin, pelas suas estâncias, como o Senhor lhes havia ordenado, se acamparam em Rafidim, onde o povo não tinha água para beber.

2 O qual enviando-se contra Moisés, disse: Dá-nos água para bebermos. Moisés lhes respondeu: Porque vos enviais vós contra mim? porque tentais ao Senhor?

3 Portanto aí mesmo pela penúria de água padeceu sede o povo, e murmurou contra Moisés, dizendo: Porque nos fizeste tu sair do Egito, para nos fazeres morrer à sede a nós, aos nossos filhos e aos nossos animais?

4 Clamou porém Moisés ao Senhor, dizendo: Que farei eu a este povo? Pouco falta que ele me não apedreje.

5 E o Senhor disse a Moisés: Caminha adiante do povo, e leva contigo alguns dos anciãos de Israel, e leva na tua mão a vara, com que feriste o rio, e vai.

6 Olha que eu hei de estar diante de ti sobre a pedra de Horeb, e ferirás a pedra, e dela sairá água, para que beba o povo. E Moisés assim o fez na presença dos anciãos de Israel.

7 E pôs por nome àquele lugar Tentação, por causa da desavença dos filhos de Israel, e porque eles tentaram ao Senhor, dizendo: Está o Senhor no meio de nós, ou não?

8 Entretanto veio Amalec a Rafidim, e pelejava contra Israel.

9 E Moisés disse a Josué: Escolhe gente, e saindo, peleja contra Amalec; amanhã estarei eu no cume do outeiro, tendo na minha mão a vara de Deus.

10 Fez Josué o que Moisés lhe tinha dito, e pelejou contra Amalec; Moisés porém, Arão e Hur subiram ao cume do outeiro.

11 E quando Moisés tinha as mãos levantadas, vencia Israel, mas, se as abaixava um pouco, vencia Amalec.

12 Moisés porém tinha as mãos pesadas; tomando portanto uma pedra, a puseram por debaixo dele, na qual se assentou; Arão porém e Hur lhe sustentavam os braços de ambas as partes. E aconteceu o não enfraquecerem as suas mãos até ao pôr do sol.

13 E Josué fez fugir a Amalec, e passou ao fio da espada o seu povo.

14 Então disse o Senhor a Moisés: Escreve isto num livro, para monumento, e faze-o ouvir a Josué, porque eu hei de extinguir a memória de Amalec debaixo do céu.

15 E Moisés edificou um altar, e lhe pôs este nome, o Senhor é a minha glória, dizendo:

16 Porque a mão do trono do Senhor, e a guerra do Senhor será contra Amalec, de geração em geração.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir