Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Deuteronômio    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 17

(Versículos e sumário)

17 Não imolarás ao Senhor teu Deus ovelha, ou boi, que tenha qualquer defeito, ou qualquer vício; porque isto é uma abominação para o Senhor teu Deus.

2 Quando forem achados na tua cidade, dentro d’alguma das tuas portas, que o Senhor teu Deus te tiver dado, homem ou mulher que cometam o mal diante do Senhor teu Deus, e violem o seu pacto,

3 Indo a servir a deuses estranhos e à adorá-los, ao sol e à lua, e toda a milícia do céu, contra o que eu mandei;

4 E te derem aviso disto, e tendo ouvido te informares com exação, se souberes que assim foi, e que esta abominação se cometeu em Israel,

5 Farás conduzir às portas da tua cidade o homem ou mulher, que cometeram um crime tão detestável, e serão apedrejados.

6 Sobre o depoimento de duas, ou três testemunhas morrerá aquele que houver de ser castigado de morte. E nenhum será morto sobre o testemunho duma só pessoa.

7 As testemunhas serão as primeiras, que lhe atirem, depois atirar-lhe-á todo o resto do povo; para que tires o mal do meio de ti.

8 Se acontecer que penda diante de ti algum negócio difícil e escabroso entre sangue e sangue, entre causa e causa, e entre lepra e lepra; e vires que dentro das tuas portas, são vários os pareceres dos juízes; levanta-te, e sobe ao lugar, que o Senhor teu Deus tiver escolhido.

9 E encaminhar-te-ás aos sacerdotes da linhagem de Levi, e ao juiz, que nesse tempo for; e consultá-los-ás, e eles te descobrirão a verdade do juízo.

10 E farás tudo o que te disserem os que presidem no lugar, que o Senhor tiver escolhido, e tudo o que eles te ensinarem,

11 Segundo a lei do Senhor; e seguirás seus pareceres; sem declinares nem para a direita nem para a esquerda.

12 Aquele porém que inchado de soberba, não quiser obedecer ao mandado do sacerdote, que nesse tempo for o ministro do Senhor teu Deus, e ao decreto do juiz, esse homem morrerá, e tu tirarás o mal do meio d’Israel;

13 E todo o povo ouvindo isto temerá, para que daí em diante nenhum se inche de soberba.

14 Quando entrares na terra, que o Senhor teu Deus te há de dar, e tiveres tomado posse dela, e nela habitares, e disseres: Eu constituirei um rei para me governar, como têm todas as nações em roda;

15 Elegerás aquele, que o Senhor teu Deus tiver escolhido do número de teus irmãos. Não poderás fazer rei a homem d’outra nação, que não seja teu irmão.

16 E quando esse for constituído, não multiplicará os seus cavalos, nem fará voltar o povo ao Egito, confiado na sua numerosa cavalaria, principalmente tendo-vos o Senhor ordenado, que não torneis mais a voltar pelo mesmo caminho.

17 Não terá muitas mulheres, que lhe atraiam o seu coração, nem imensas somas de prata e ouro.

18 E depois que ele estiver sentado no trono do seu reino, fará escrever para seu uso num livro o Deuteronômio desta lei recebendo o exemplar dos sacerdotes da tribo de Levi,

19 E tê-lo-á consigo, e o lerá todos os dias da sua vida, para que aprenda a temer o Senhor seu Deus, e a guardar as suas palavras e cerimônias, que estão prescritas na lei.

20 Não se eleve o seu coração de soberba sobre seus irmãos, e não decline nem para a direita nem para a esquerda, para assim reinarem muito tempo sobre Israel, ele, e seus filhos.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir