Bíblia do Caminho Antigo Testamento

1º Livro de Samuel    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 16   † 

(Versículos e sumário)

16 E disse o Senhor a Samuel: Até quando chorarás tu a Saul, tendo-o eu rejeitado, para não reinar sobre Israel? Enche o teu corno de óleo, e vem, para eu te enviar a Isai de Belém; porque dentre os seus filhos tenho escolhido para mim um rei.

2 E disse Samuel: Como hei de ir? Porque Saul o ouvirá, e matar-me-á. E o Senhor disse: Tomarás contigo um novilho da manada, e dirás: Eu vim para imolar ao Senhor.

3 E chamarás a Isai ao sacrifício, e eu te mostrarei o que deves fazer, e tu ungirás ao que eu te designar.

4 Fez pois Samuel como o Senhor lhe disse. E veio a Belém, e os anciãos da cidade se maravilharam vindo a recebê-lo, e disseram: Porventura vens tu com espírito de paz?

5 E ele disse: Em paz vim para fazer um sacrifício ao Senhor; purificai-vos, e vinde comigo para eu oferecer a vítima. Purificou pois Samuel a Isai e a seus filhos, e chamou-os ao sacrifício.

6 E tendo eles entrado, viu Samuel a Eliab, e disse: Porventura está diante do Senhor o seu cristo?

7 E disse o Senhor a Samuel: Não olhes para o seu vulto, nem para a altura da sua estatura; porque eu o rejeitei, nem eu julgo do homem pelo que aparece à vista; porque o homem vê o que está patente, mas o Senhor olha para o coração.

8 E chamou Isai a Abinadab, e o apresentou a Samuel. O qual disse: Nem este é o escolhido do Senhor.

9 Trouxe pois Isai a Samma, do qual disse Samuel: Também a este não escolheu o Senhor.

10 Fez pois vir Isai os seus sete filhos diante de Samuel; e disse Samuel a Isai: A nenhum destes escolheu o Senhor.

11 E disse Samuel a Isai: Acaso não tens tu outros filhos? Isai respondeu: Ainda falta um pequeno, que anda apascentando as ovelhas. E disse Samuel a Isai: Manda-o vir; porque não nos havemos de assentar à mesa menos que ele não venha aqui.

12 Mandou-o pois chamar, e o apresentou. Era porém ruivo, e formoso de rosto, e de gentil presença; e o Senhor disse: Levanta-te, unge-o, porque este mesmo é.

13 Tomou pois Samuel o corno de óleo, e o ungiu no meio de seus irmãos; e daquele dia em diante se comunicou sempre o espírito do Senhor a David; e levantando-se Samuel partiu para Ramatha.

14 O espírito do Senhor se retirou de Saul, e atormentava-o um Espírito maligno, que o Senhor lhe enviou.

15 E os servos de Saul lhe disseram: Eis que o Espírito maligno enviado por Deus te vexa.

16 Mande-o nosso senhor, e os teus servos, que estão em tua presença, buscarão algum homem que saiba tocar harpa para que, quando o maligno Espírito enviado pelo Senhor te atormentar, toque ele com sua mão, e experimentes assim algum alívio.

17 E disse Saul aos seus servos: Buscai-me alguém que saiba tocar bem, e trazei-me à minha presença.

18 E respondendo um dos seus criados, disse: Eis que vi um dos filhos de Isai de Belém que sabe tocar harpa, e é mui formoso, e homem guerreiro, e sisudo nas palavras, e de gentil presença; e o Senhor é com ele.

19 Mandou pois Saul mensageiros a Isai, dizendo: Manda-me cá teu filho David, que anda com os rebanhos.

20 Isai pois tomou um jumento carregado de pães, e um cântaro de vinho, e um cabrito, e o mandou a Saul por seu filho David.

21 E veio David ter com Saul, e se apresentou à sua vista; mas ele o amou muito em extremo, e o fez seu escudeiro.

22 E mandou Saul dizer a Isai: Fique David junto à minha pessoa; porque me caiu em graça.

23 Assim todas as vezes que o maligno Espírito enviado pelo Senhor se apoderava de Saul, David tomava a harpa, e a tocava com a sua mão, e Saul sentia alívio, e se achava melhor; porque então se retirava dele o Espírito maligno.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir