Bíblia do CaminhoTestamento Redentor

Índice Página inicial Próximo Capítulo

O Evangelho segundo S. Lucas  Ee

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 1

(Versículos e sumário)

Prólogo


1 Pois que foram na verdade muitos os que empreenderam por em ordem a narração das coisas, que entre nós se viram cumpridas;

2 Como no-las referiram os que desde o princípio as viram com seus próprios olhos, e que foram ministros da palavra;

3 Pareceu-me também a mim, excelentíssimo Teófilo (gr. amante de Deus), depois de me haver diligentemente informado de como todas elas passaram-se desde o princípio, dar-te por escrito a série delas,

4 Para que conheças a verdade daquelas coisas em que tens sido instruído.


Zacarias e Isabel


5 Houve em tempos de Herodes, rei de Judeia, um sacerdote por nome Zacarias, da turma de Abias, sua mulher era da família de Arão e tinha por nome Isabel.

6 Ambos eram justos diante de Deus, caminhando irrepreensivelmente em todos os mandamentos e preceitos do Senhor.

7 Não tinham filhos, porque Isabel era estéril, e ambos se achavam em idade avançada.


Um anjo revela a Zacarias o nascimento do Precursor


8 Sucedeu pois que exercendo Zacarias diante de Deus o cargo do sacerdócio na ordem da sua turma,

9 Caiu-lhe por sorte, segundo o costume que havia entre os sacerdotes, entrar no Templo do Senhor para oferecer o incenso.

10 Estava toda a multidão do povo fazendo oração da parte de fora, a tempo que se oferecia o incenso.

11 E apareceu a Zacarias um anjo do Senhor, em pé na parte direita do altar do incenso.

12 O que vendo Zacarias, ficou todo turbado, e foi grande o temor que o assaltou.

13 Mas o anjo lhe disse: Não temas Zacarias, porque foi ouvida a tua oração e Isabel, tua mulher, te dará um filho, e por-lhe-ás o nome João;

14 Te encherás de gosto e de alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento;

15 Porque ele será grande diante do Senhor; não beberá vinho nem qualquer bebida que possa embriagar, e já desde o ventre de sua mãe será cheio do Espírito Santo;

16 Converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus.

17 Precedido pelo espírito e a virtude de Elias, converterá o coração dos pais aos filhos (Ml) e reduzirá os incrédulos à prudência dos justos, para preparar ao Senhor um povo perfeito.

18 Disse Zacarias ao anjo: Por onde conhecerei eu a verdade dessas coisas? Porque eu sou velho e a minha mulher está avançada em anos.

19 Respondendo, o anjo lhe disse: Eu sou Gabriel, que assisto diante de Deus; e que fui enviado para te falar e te dar esta boa nova.

20 Desde agora ficarás mudo e não poderás falar até o dia que estas coisas sucedam, visto que não deste crédito às minhas palavras, que se hão de cumprir a seu tempo.

21 O povo estava esperando a Zacarias e maravilhava-se de ver que ele se demorava no Templo.

22 Quando saiu não lhes podia falar, e entenderam que havia tido no templo alguma visão. Ele lho significava por acenos e ficou mudo.

23 Aconteceu que depois de se terem acabado os dias do seu ministério, retirou-se Zacarias para sua casa.

24 E algum tempo depois concebeu Isabel, sua mulher, que por cinco meses se deixou estar escondida, dizendo:

25 Isto é a graça que o Senhor me fez nos dias em que atendeu tirar o meu opróbrio dentre os homens.


O anjo Gabriel e Maria Ee


26 Estando Isabel no sexto mês, foi enviado por Deus o anjo Gabriel a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré,

27 A uma virgem desposada com um varão que se chamava José, da casa de David, e o nome da virgem era Maria.

28 Entrando pois o anjo onde ela estava, disse-lhe: Deus te salve, cheia de graça! O Senhor é contigo! Bendita és tu entre as mulheres.

29 Ela quando o ouviu, turbou-se do seu falar, e discorria pensativa que saudação seria esta.

30 Então o anjo lhe disse: Não temas, Maria, pois achaste graça diante de Deus.

31 Eis que conceberás no teu ventre e darás à luz um filho, e por-lhe-ás o nome de JESUS.

32 Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai David; e reinará eternamente na casa de Jacob,

33 E seu reino não terá fim.

34 Disse Maria ao anjo: Como se fará isso, pois eu não conheço varão?

35 Respondendo, o anjo lhe disse: O Espírito Santo descerá sobre ti, e a virtude do Altíssimo te cobrirá da sua sombra. Por isso mesmo o Santo que há de nascer de ti será chamado Filho de Deus.

36 Aí tens a Isabel, tua parenta, que até concebeu um filho na sua velhice; e este é o sexto mês da que se diz estéril.

37 Porque a Deus nada é impossível.

38 Então disse Maria: eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo se apartou dela.


As mães do Messias e do Precursor se encontram


39 Naqueles dias, levantando-se Maria, foi com pressa às montanhas a uma cidade de Judá.

40 Entrou na casa de Zacarias e saudou a Isabel.

41 Aconteceu que, ao ouvir Isabel a saudação de Maria, deu o menino saltos no seu ventre; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.

42 Bradando em alta voz, disse: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre.

43 E donde me vem esta dita, que venha visitar-me a que é mãe de meu Senhor?

44 Porque assim que chegou a voz da tua saudação aos meus ouvidos, logo o menino deu saltos de prazer no meu ventre.

45 Bem-aventurada tu, que creste, porque se hão de cumprir as coisas, que da parte do Senhor te foram ditas.


O louvor de Maria


46 Então disse Maria: Minha alma glorifica o Senhor.

47 E meu Espírito se alegrou por extremo em Deus, meu Salvador.

48 Por ele ter posto os olhos na baixeza da sua escrava; porque eis que de hoje em diante me chamarão bem-aventurada todas as gerações.

49 Porque me fez grandes coisas o que é poderoso, e santo é o seu nome.

50 Sua misericórdia se estende de geração a geração sobre os que o temem.

51 Ele manifestou o poder do seu braço; dissipou os soberbos de coração.

52 Depôs do trono os poderosos, e elevou os humildes.

53 Cumulou de bens os famintos e despediu inanes aos ricos.

54 Tomou sob sua proteção a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia.

55 Assim como o tinha prometido a nossos pais, a Abraão, e à sua posteridade para sempre.

56 Ficou Maria com Isabel cerca de três meses, depois dos quais voltou para sua casa.


Nascimento de João Batista


57 Chegando a Isabel o tempo de dar à luz, teve um filho.

58 Ouvindo seus vizinhos que o Senhor havia magnificado sua misericórdia com ela, congratulavam-na.

59 Aconteceu que ao oitavo dia vieram circuncidar ao menino, e lhe queriam por o nome de seu pai Zacarias.

60 Respondendo sua mãe, disse: De forma alguma, mas será chamado João.

61 Responderam-lhe: Ninguém há na tua geração que tenha este nome.

62 E perguntavam por acenos ao pai do menino, como queria que se chamasse.

63 Pedindo uma tabuinha escreveu: João é o seu nome. E todos se encheram de assombro.

64 Logo foi aberta sua boca e, despregada sua língua, falava bendizendo a Deus.

65 O temor se apoderou de todos os vizinhos deles; e se divulgaram todas estas maravilhas por todas as montanhas da Judeia;

66 Todos os que as ouviam as conservavam no seu coração, dizendo: Quem julgais que virá a ser este menino? Porque a mão do Senhor era com ele.


O louvor de Zacarias Ee


67 Zacarias, seu pai, cheio do Espírito Santo, profetizou, dizendo:

68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel porque visitou e fez a redenção do seu povo!

69 E porque nos suscitou um salvador poderoso, na casa de seu servo David,

70 Segundo o que ele tinha prometido por boca dos seus santos profetas, que viveram nos séculos passados;

71 Que nos havia de livrar de nossos inimigos e das mãos de todos os que nos tivessem ódio;

72 Para exercitar a sua misericórdia a favor de nossos pais, e lembrar-se do seu testamento santo.

73 Segundo o juramento que ele fez a nosso pai Abraão, de que ele nos faria esta graça;

74 Para que livres, das mãos de nossos inimigos, o sirvamos sem temor;

75 Em santidade e justiça diante dele, por todos os dias da nossa vida.

76 E tu, ó menino, serás chamado profeta do Altíssimo; porque irás ante a face do Senhor preparar os seus caminhos.

77 Para se dar ao seu povo o conhecimento da salvação; a fim de que ele receba o perdão dos seus pecados;

78 Pelas entranhas de misericórdia do nosso Deus, com que lá do Alto nos visitou este sol no Oriente;

79 Para alumiar os que vivem de assento nas trevas e na sombra da morte; para dirigir os nossos pés no caminho da paz.

80 Ora, o menino crescia e se fortificava no espírito; e habitava nos desertos até o dia em que se manifestou a Israel.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação.

Veja também as seguintes versões: Corrigida e revisada, fiel de Almeida; Novum Testamentum Graece 28th revised edition. Edited by Barbara Aland and others; Parallel Greek New Testament by John Hurt


.

Abrir