Bíblia do CaminhoTestamento Redentor

Índice Página inicial Próximo Capítulo

O Evangelho segundo S. João  Ee

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 5

(Versículos e sumário)

Cura do paralítico da piscina probática  Ee


5 Depois disto era dia duma festa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém.

2 Ora, em Jerusalém está a piscina probática, n que em hebreu se chama Bethsaida, a qual tem cinco alpendres.

3 Nestes jazia uma grande multidão de enfermos, de cegos, de coxos, dos que tinham os membros atrofiados, todos os quais esperavam que se movesse a água.

4 Porque um anjo do Senhor descia em certo tempo ao tanque; e movia-se a água. E o primeiro que entrava no tanque depois de se mover a água, ficava curado de qualquer doença que tivesse.

5 Estava também ali um homem, que havia trinta e oito anos que se achava enfermo.

6 Jesus, que o viu deitado, e sabendo que há muito estava enfermo, disse-lhe: Queres ficar são?

7 O enfermo lhe respondeu: Senhor, não tenho homem que me coloque no tanque, quando a água for movida; porque enquanto eu vou, outro entra, antes que eu.

8 Disse-lhe Jesus: Levanta-te, pegue tua cama e anda.

9 No mesmo instante ficou são aquele homem e, pegando sua cama, começou a andar. Aquele dia era um sábado.

10 Pelo que diziam os judeus ao que havia sido curado: Hoje é sábado, não te é lícito levar a tua cama.

11 Respondeu-lhes ele: Aquele que me curou, esse mesmo me disse: Pega tua cama e anda.

12 Perguntaram-lhe então: Quem é esse homem que te disse: Pega tua cama e anda?

13 Mas o que havia sido curado não sabia quem era ele. Porque Jesus se havia retirado do povaréu que estava naquele lugar.

14 Depois achou-o Jesus no Templo, e disse-lhe: Olha que já estás são; não peques mais, para que te não suceda alguma coisa pior.

15 Foi aquele homem declarar aos judeus que Jesus era o que o havia curado.


Jesus, obreiro como Deus Ee


16 Por esta causa perseguiam os judeus a Jesus, por ele fazer estas coisas em dia de sábado.

17 Mas Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha sem cessar, e eu trabalho também.

18 Por isso, procuravam os judeus com maior ânsia matá-lo; porque não somente quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu Pai, fazendo-se igual a Deus.


Jesus: o Filho de Deus que está com o Pai Ee


19 E assim Jesus lhes respondeu: n Em verdade, em verdade vos digo: que o Filho não pode de si mesmo fazer coisa alguma, senão o que vir fazer ao Pai; porque tudo o que o Pai fizer, o Filho igualmente também o faz.

20 Porque o Pai ama ao Filho, e mostra-lhe tudo o que ele faz; e maiores obras do que estas lhe mostrará, até o ponto de ficardes admirados.

21 Porque assim como o Pai ressuscita os mortos, e lhes dá vida; assim também dá o Filho vida àqueles que quer.

22 Porque o Pai a ninguém julga; mas todo o juízo deu ao Filho.

23 A fim de que todos honrem ao Filho, bem como honram ao Pai; o que não honrar ao Filho, não honra ao Pai, que o enviou.

24 Em verdade, em verdade vos digo, que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não incorre na condenação, mas passou da morte para a vida.

25 Em verdade, em verdade vos digo, que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus; e os que a ouvirem, viverão.

26 Porque assim como o Pai tem a vida em si mesmo, assim também deu ele ao Filho ter vida em si mesmo.

27 E lhe deu o poder de exercitar o juízo, porque é Filho do Homem.

28 Não vos maravilheis disso, porque vem a hora em que todos os que se acham nos sepulcros, ouvirão a voz do Filho de Deus;

29 E os que obraram bem, sairão para a ressurreição da vida; mas os que obraram mal, sairão ressuscitados para a condenação.

30 Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma. Assim como ouço, julgo; e o meu juízo é justo; porque não busco a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.


Testemunho do Pai ao filho Ee


31 Se eu dou testemunho de mim mesmo, não é verdadeiro o meu testemunho.

32 Outro é o que dá testemunho de mim; e eu sei que é verdadeiro o testemunho que ele dá de mim.

33 Vós enviastes mensageiros a João, e ele deu testemunho da verdade.

34 Eu, porém, não recebo testemunho do homem [João]; mas digo-vos estas coisas, a fim de que sejais salvos.

35 Ele era uma lâmpada, que ardia e alumiava. E vós por algum tempo quisestes alegrar-vos com a sua luz.

36 Mas eu tenho maior testemunho que o de João. Porque as obras que meu Pai me deu a cumprir, as mesmas obras que eu faço, dão por mim testemunho de que meu Pai é quem me enviou.

37 E meu Pai, que me enviou, esse é o que deu testemunho de mim; vós nunca ouvistes a sua voz, nem vistes quem o representasse;

38 E não tendes em vós permanente a sua palavra, porque não credes no que ele enviou.

39 Examinai as Escrituras, pois julgais ter nelas a vida eterna; e elas mesmas são as que dão testemunho de mim;

40 Mas vós não quereis vir a mim, para terdes vida.

41 Eu não recebo dos homens a minha glória.

42 Mas bem vos conheço, que não tendes em vós a dileção de Deus.

43 Eu vim em nome de meu Pai, e vós não me recebeis; se vier outro em seu próprio nome, haveis de recebê-lo.

44 Como podeis crer vós outros, que recebeis a glória uns dos outros; e que não buscais a glória, que vem só de Deus?

45 Não julgueis que eu vos hei de acusar diante de meu Pai; o mesmo Moisés, em quem vós tendes as esperanças, é o que vos acusa.

46 Porque se vós crêsseis em Moisés, certamente acreditaríeis também em mim; porque ele escreveu de mim.

47 Porém se vós não dais crédito aos seus escritos, como dareis crédito às minhas palavras?



[1] Piscina probática: Piscina existente nas proximidades do Templo de Jerusalém onde se lavavam os animais destinados aos sacrifícios do culto judaico.


[2] Nos originais do Padre Figueiredo, tanto em latim como em português, o início do versículo 19 está no final do v. 18, fizemos a modificação, para haver correspondência com as outras versões da Bíblia.


Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação.

Veja também as seguintes versões: Corrigida e revisada, fiel de Almeida; Novum Testamentum Graece 28th revised edition. Edited by Barbara Aland and others; Parallel Greek New Testament by John Hurt


.

Abrir