Bíblia do Caminho Testamento Redentor

Atos dos Apóstolos  † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 13  † 

(Versículos e sumário)

13 Havia pois na Igreja, que era de Antioquia, vários profetas e doutores, entre eles Barnabé e Simão, que tinha por apelido o Negro, e Lúcio de Cirene, e Manaen, o qual era colaço de Herodes o tetrarca, e Saulo.

2 Enquanto eles ofereciam culto ao Senhor e jejuavam, disse-lhes o Espírito Santo: Separai-me Saulo e Barnabé para a obra a qual os tenho destinado.

3 Tendo jejuado e orado, impuseram-lhes as mãos e os despediram.

4 Assim, enviados pelo Espírito Santo, eles foram a Selêucia e dali navegaram até Chipre.

5 E quando chegaram a Salamina, pregavam a palavra de Deus nas sinagogas dos judeus. Eles tinham também a João [Marcos] no ministério.

6 E tendo discorrido por toda a ilha até Pafos, acharam um homem mago, falso profeta, judeu, cujo nome era Barjesus.

7 O qual estava com o proconsul Sérgio Paulo, n varão prudente. Este, havendo feito chamar a Barnabé e a Saulo, desejava ouvir a palavra de Deus.

8 Mas Elimas, o mago (porque assim se interpreta o seu nome) se lhes opunha, procurando apartar da fé ao proconsul.

9 Porém Saulo, que é também chamado Paulo, cheio do Espírito Santo, fixando nele os olhos,

10 Disse: ó filho do diabo, cheio de todo o engano e de toda a astúcia, inimigo de toda a justiça, tu não deixas de perverter os caminhos retos do Senhor.

11 Pois agora, eis que está sobre ti a mão do Senhor e ficarás cego, sem ver o sol por algum tempo. E logo caiu sobre ele uma obscuridade e trevas, e andando à roda buscava quem lhe desse a mão.

12 Então o proconsul quando viu este fato, abraçou a fé, admirando a doutrina do Senhor.

13 E tendo Paulo e os que com ele se achavam, deixado Pafos, vieram a Perge na Panfília. Mas João [Marcos] apartando-se deles, voltou a Jerusalém.

14 E eles passando por Perge vieram a Antioquia de Pisídia, e tendo entrado na sinagoga em dia de sábado, assentaram-se.

15 Depois da lição da lei e dos profetas, mandaram-lhes dizer os chefes da sinagoga: Varões irmãos, se vós tendes que fazer alguma exortação ao povo, fazei-a.

16 Levantando-se Paulo e fazendo com a mão sinal de silêncio, disse: Varões israelitas, e os que temeis a Deus, ouvi:

17 O Deus do povo de Israel escolheu nossos pais e exaltou a este povo, sendo eles estrangeiros na terra do Egito, donde os tirou com o excelso poder do seu braço.

18 Suportou os costumes deles no deserto, por espaço de quarenta anos.

19 E destruindo sete nações da terra de Canaã, distribuiu entre eles por sorte aquela sua terra,

20 Quase quatrocentos e cinquenta anos depois, e daí em diante lhes deu juízes, até ao profeta Samuel.

21 Depois disso pediram um rei, e Deus lhes deu a Saul, filho de Cis, varão da tribo de Benjamim, por quarenta anos.

22 E tirado este, suscitou-lhes por rei a David, a quem dando testemunho, disse: Achei a David, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que fará todas as minhas vontades( † )

23 Da linhagem deste, conforme a sua promessa, trouxe Deus a Israel o Salvador Jesus,

24 Havendo João pregado antes da manifestação da sua vinda, o batismo de penitência a todo o povo de Israel.

25 Quando estava por findar sua carreira, João dizia: Não sou eu quem supondes que eu seja, mas eis que vem após mim aquele a quem eu não sou digno de desatar o calçado dos pés;

26 Varões irmãos, filhos da linhagem de Abraão, e os que entre vós temem a Deus, a vós é que foi enviada a palavra desta salvação.

27 Porque os que habitavam em Jerusalém e os príncipes dela, não conhecendo a este, nem as vozes dos profetas, que cada sábado se leem, setenciando-o, as cumpriram.

28 E não achando nele nenhuma causa de morte, fizeram a sua petição a Pilatos, para assim lhe tirarem a vida.

29 E quando foram cumpridas todas as coisas que dele estavam escritas, tirando-o do madeiro, o puseram no sepulcro.

30 Mas Deus o ressuscitou dentre os mortos ao terceiro dia, e foi visto muitos dias por aqueles

31 Que tinham vindo juntamente com ele da Galileia a Jerusalém, os quais até agora dão testemunho dele ao povo.

32 E nós vos anunciamos aquela promessa, que foi feita a nossos pais;

33 Visto Deus a ter cumprido a nossos filhos, ressuscitando a Jesus, como também está escrito no salmo segundo: Tu és meu Filho; eu hoje te gerei( † )

34 E que o haja ressuscitado dentre os mortos, para nunca mais tornar à corrupção, Ele o disse desta maneira: Dar-vos-ei as fiéis misericórdias prometidas a David. ( † )

35 E por isso é que também diz noutro lugar: Não permitirás que o teu santo experimente corrupção( † )

36 Porque David no seu tempo, havendo servido conforme a vontade de Deus, morreu; e foi sepultado com seus pais, e experimentou corrupção.

37 Porém aquele que Deus ressuscitou dentre os mortos, não experimentou corrupção.

38 Seja-vos pois notório, varões irmãos, que por este se vos anuncia remissão de pecados, e de tudo quanto não pudestes ser justificados pela lei de Moisés.

39 Por este é justificado todo aquele que crê.

40 Guardai-vos pois que não venha sobre vós o que foi dito pelos profetas:

41 Vede, ó desprezadores, admirai-vos e mortificai-vos, por que eu realizo uma obra em vossos dias, obra que vós não acreditaríeis se alguém vo-la referisse( † )

42 E quando eles saíam lhes rogavam que no sábado seguinte lhes falassem estas palavras.

43 Despedida a sinagoga, muitos dos judeus e prosélitos tementes a Deus seguiram a Paulo e a Barnabé, os quais com as suas razões os exortavam a que perseverassem na graça de Deus.

44 E no sábado seguinte concorreu quase toda a cidade para ouvir a palavra de Deus.

45 Mas vendo os judeus aquela multidão de gente, encheram-se de inveja, e blasfemando, contradiziam as razões que por Paulo eram proferidas.

46 Então Paulo e Barnabé lhes disseram resolutamente: Vós éreis os primeiros a quem se devia anunciar a palavra de Deus; mas porque vós a rejeitais e vos julgais indignos da vida eterna, desde já nos vamos daqui para os gentios;

47 Porque o Senhor assim no-lo mandou: Eu te pus para luz das gentes para que sejas de salvação até à extremidade da terra( † )

48 Os gentios, porém, ouvindo isto, se alegraram, e glorificaram a palavra do Senhor; e creram todos os que haviam sido predestinados para a vida eterna.

49 Assim, por toda esta terra se disseminava a palavra do Senhor.

50 Mas os judeus concitaram a algumas mulheres devotas e nobres e os principais da cidade, e excitaram uma perseguição contra Paulo e Barnabé, e os lançaram fora do seus termos.

51 Então Paulo e Barnabé, tendo sacudido contra eles o pó dos seus pés, foram para Icônia.

52 Entretanto estavam os discípulos cheios de júbilo e do Espírito Santo.



[1] De Saulo para Paulo: Confira a razão da mudança de nome no quarto capítulo da segunda parte de Paulo e Estêvão.


Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; Novum Testamentum Graece 28th revised edition, edited by Barbara Aland and others; Parallel Greek New Testament by John Hurt


.

Abrir