Bíblia do Caminho Testamento Redentor

Apocalipse de S. João  † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 14

(Versículos e sumário)

14 E olhei; e eis que o cordeiro estava em pé sobre o monte de Sião e com ele cento e quarenta e quatro mil, que tinham escrito sobre as suas testas o nome dele, e o nome de seu Pai.

2 E ouvi uma voz do Céu, como o estrondo de muitas águas, e como o estrondo de um grande trovão; e a voz, que ouvi, era como de tocadores de cítara, que tocavam as suas cítaras.

3 E cantavam um como cântico novo diante do trono, e diante dos quatro animais e dos anciãos; e ninguém podia cantar este cântico senão aqueles cento e quarenta e quatro mil, que foram comprados da terra.

4 Estes são aqueles que se não contaminaram com mulheres; porque são virgens. Estes seguem o cordeiro, para onde quer que ele vá. Estes foram comprados dentre os homens para serem as primícias para Deus e para o cordeiro.

5 E na sua boca não se achou mentira; porque estão sem mácula diante do trono de Deus.

6 E vi outro anjo voando pelo meio do Céu, que tinha o Evangelho eterno, para o pregar aos que fazem assento sobre a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo;

7 Dizendo em alta voz: Temei ao Senhor, e dai-lhe glória, porque é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, o mar e as fontes das águas.

8 E outro anjo o seguiu, dizendo: Caiu, caiu aquela grande Babilônia, que deu a beber a todas as gentes do vinho da ira da sua fornicação.

9 E seguiu-se a estes o terceiro anjo, dizendo em alta voz: Se algum adorar a besta, e a sua imagem, e trouxer o seu caráter na sua testa, ou na sua mão;

10 Este beberá também do vinho da ira de Deus, que está misturado com outro puro no cálice da sua ira, e será atormentado em fogo e enxofre diante dos santos anjos, e na presença do cordeiro;

11 E o fumo dos seus tormentos se levantará por séculos de séculos; sem que tenham descanso algum nem de dia, nem de noite, os que tiverem adorado a besta, e a sua imagem, e o que tiver trazido o caráter do seu nome.

12 Aqui está a paciência dos santos que guardam os mandamentos de Deus, e a fé de Jesus.

13 Então ouvi uma voz do Céu que me dizia: Escreve: Bem-aventurados os mortos, que morrem no Senhor. De hoje em diante diz o Espírito, que descansem dos seus trabalhos; porque as obras deles os seguem.

14 E tornei a olhar, e eis que vi uma nuvem branca; e um assentado sobre a nuvem, que se parecia com o Filho do Homem, o qual tinha na sua cabeça uma coroa de ouro, e na sua mão uma foice aguda.

15 E outro anjo saiu do templo, gritando em alta voz para o que estava assentado sobre a nuvem: Mete a tua foice, e sega, porque é chegada a hora de segar, pois a seara da terra está madura.

16 Então o que estava assentado sobre a nuvem, meteu a sua foice à terra, e a terra foi segada.

17 E outro anjo saiu do templo que há no Céu, tendo também ele mesmo uma aguda foice.

18 Saiu mais do altar outro anjo, que tinha poder sobre o fogo; e este em alta voz gritou para o que tinha a foice aguda, dizendo: Mete a tua foice aguda, e vindima os cachos da vinha da terra, porque as suas uvas estão maduras.

19 E meteu o anjo a sua foice aguda à terra, e vindimou a vinha da terra, e lançou a vindima no grande lagar dá ira de Deus;

20 E o lagar foi pisado fora da cidade, e o sangue, que saiu do lagar, subiu até chegar aos freios dos cavalos, por espaço de mil e seiscentos estádios.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; Novum Testamentum Graece 28th revised edition, edited by Barbara Aland and others; Parallel Greek New Testament by John Hurt


.

Abrir